Colunas

É Proibido Jogar Lixo, pô!

Nossa noção de cidadania termina nos direitos. Nunca inclui os deveres. Ninguém quer ficar sem acesso aos Parques. Poucos se preocupam em mantê-los limpos.

29 de agosto de 2004 · 17 anos atrás
  • Sérgio Abranches

    Mestre em Sociologia pela UnB e PhD em Ciência Política pela Universidade de Cornell

Lá, enfim, tomamos cerveja, de garrafa. Ao final, pedi água, antes do café. Seu Lacerda perguntou: “água da bica mesmo ou da geladeira?” “A água da geladeira sai de onde, mesmo?”, devolvi. “Da bica, mesmo”. A propriedade de seu Lacerda estava suficientemente no alto, para ele ainda poder oferecer aquela água pura e cristalina da serra, que saía fresca de sua bica, melhor do que qualquer água mineral de garrafa. Cada vez que ouve uma expressão de deleite, quando oferece aquela água mineral naturalíssima, Seu Lacerda fica mais perto da cidadania plena e vai se tornando, cada vez mais, um defensor da mata, da qual sai aquela água, que o ajuda a vender melhor a comida que sua mulher faz, enquanto ele continua a vender sua cachaça para os locais, no balcão de seu botequim, só que agora, mais bem vestido, mais abonado e mais satisfeito do que no passado. (Veja mais no pdf abaixo)

Leia também

Salada Verde
15 de outubro de 2021

GLO ambiental não será renovada, anuncia Mourão

A operação acabou nesta sexta-feira (15). Atuação de militares não resultou em diminuição do desmatamento na Amazônia, mesmo com efetivo e orçamento maiores que dos órgãos ambientais

Notícias
15 de outubro de 2021

Justiça do México suspendeu revisão da meta climática, apresentada em 2020

Assim como o Brasil, o México revidou a meta para abaixo do estabelecido no Acordo de Paris. Greenpeace questionou na Justiça a nova NDC e ganhou

Reportagens
15 de outubro de 2021

Com acordo político, 1ª parte da Conferência da ONU sobre Biodiversidade chega ao fim na China

Mais de 100 países assinaram Declaração de Kunming, se comprometendo politicamente a preservar a biodiversidade do planeta

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta