Reportagens

Transferência zero

A Austrália pode estar fazendo bonito nos discursos, mas nos grupos de negociação a coisa está sendo diferente. Foram os australianos os...

Gustavo Faleiros ·
12 de dezembro de 2007 · 16 anos atrás

A Austrália pode estar fazendo bonito nos discursos, mas nos grupos de negociação a coisa está sendo diferente. Foram os australianos os responsáveis nesta terça pelo que pode se tornar o maior fracasso da Conferência em Bali. O tema de transferência de tecnologias limpas, um dos mais importantes para países como China e Índia, está sendo excluído totalmente da pauta.

Discutia-se a possibilidade da formação de um fundo para financiar as transferências de tecnologia, mas o chamado grupo guarda-chuva, uma coalização de países do Pacífico com os Estados Unidos e liderado pela Austrália, simplesmente se opôs a qualquer solução sobre o tema. Diplomatas que acompanham esta negociação estão revoltados com as duas caras dos negociadores australianos.

  • Gustavo Faleiros

    Editor da Rainforest Investigations Network (RIN). Co-fundador do InfoAmazonia e entusiasta do geojornalismo. Baterista dos Eventos Extremos

Leia também

Salada Verde
23 de fevereiro de 2024

Justiça Federal impõe mais de R$ 316 milhões em indenizações por desmatamento ilegal

Infrações ambientais foram identificadas pelo MPF por meio do Amazônia Protege, projeto que utiliza monitoramento por satélite para responsabilizar os atores dos desmatamentos ilegais

Notícias
23 de fevereiro de 2024

MPF no Acre arquiva denúncia da CPI das ONGs contra servidores do ICMBio

Servidores do órgão foram acusados de abusos contra moradores da Reserva Extrativista Chico Mendes, no Acre; para procurador, acusações são “genéricas e sem fato concreto”

Notícias
23 de fevereiro de 2024

Antas “avisam” pesquisadores sobre contaminação humana por agrotóxicos no MS

Além de agrotóxicos como glifosato, moradores do sudeste do estado também apresentaram altos índices de metais no corpo. Antas atuaram como sentinelas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.