Salada Verde

Estudo descobre como nuvens de chuva se desenvolvem na Amazônia

Partículas de suspensão servem como núcleo para a formação das gotas, é o que afirma estudo. Descoberta foi feita graças à utilização de avião a jato, da Alemanha

Sabrina Rodrigues ·
25 de outubro de 2016 · 6 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Mistério sobre a formação de nuvens de chuva na Amazônia é desvendado. Foto: Henrique Castro/Flickr.
Mistério sobre a formação de nuvens de chuva na Amazônia é desvendado. Foto: Henrique Castro/Flickr.

Um estudo publicado pela revista Nature, nesta terça-feira (25), desvenda um mistério que durou 25 anos para os cientistas: como as nuvens de chuva na Amazônia se formam e se desenvolvem. “Para que as nuvens de chuva se formem, é preciso que existam partículas em suspensão – os aerossóis – que servem como núcleo para a formação das gotas”, afirma o físico Paulo Artaxo, do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP) e um dos autores da pesquisa. Artaxo diz que as partículas que permitem a formação das chuvas se formam na alta atmosfera, a cerca de 15 quilômetros do solo, e não onde ele e outros estudiosos pensavam. A descoberta só foi possível devido à utilização do avião científico a jato, de longo alcance, que atinge até 18 quilômetros de altitude e ao Green Ocean Amazon (GoAmazon), projeto internacional que mapeia as emissões urbanas na atmosfera da floresta.

 

Fonte original: Estadão

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Salada Verde
2 de dezembro de 2022

Lula afirma que deve criar “Secretaria dos Povos Originários” com status de um Ministério

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (02), o presidente eleito esclareceu que fará os anúncios dos nomes do primeiro escalão depois de ser diplomado, em 12/12

Reportagens
2 de dezembro de 2022

Encurralados pela degradação, morcegos ainda resistem em áreas de pasto no Pantanal

Estudo revela que mesmo em menor abundância, morcegos ainda buscam comida e abrigo em áreas de pasto. Resultado mostra importância da manutenção de sobras de floresta em áreas degradadas

Notícias
2 de dezembro de 2022

Sociedade e Inea pressionam e PL que flexibiliza proteção do rio Paraíba do Sul encolhe

Proposta que extingue o Refúgio de Vida Silvestre do Médio Paraíba para criar, em seu lugar, uma APA, mais flexível aos usos, foi rechaçada pela sociedade civil em sessão da Comissão de Meio Ambiente nesta quinta (1º)

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta