Salada Verde

Helicóptero do Ibama cai no Mato Grosso durante operação de combate a incêndios

Acidente vitimou coronel do Corpo de Bombeiros que pilotava aeronave enquanto realizava operações de combate a incêndios no Parque Nacional do Pantanal Matogrossense

Duda Menegassi ·
1 de dezembro de 2020 · 3 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Helicóptero do Ibama caiu na noite deste segunda-feira durante operações de combate a incêndios no Pantanal. Foto: Ciopaer/Divulgação

Um helicóptero do Ibama caiu na noite desta segunda-feira (30) durante uma operação de combate a incêndios florestais no Parque Nacional do Pantanal Matogrossense, no Mato Grosso. A queda vitimou o piloto da aeronave, o coronel da reserva do Corpo de Bombeiros do Pará, Mauro Tadeu da Silva Oliveira, de 54 anos. Mauro era o único tripulante do helicóptero.

O Ibama emitiu uma nota de pesar em seu site. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, também manifestou seus pêsames à família de Mauro em sua conta pessoal no Twitter. Mauro deixou mulher e dois filhos. A causa do acidente ainda não foi confirmada e o Ibama aguarda a perícia do helicóptero que será feita pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

 

Leia também

Audiorreportagem: os incêndios no Pantanal e o trabalho de quem está na linha de frente do combate

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação, montanhismo e divulgação científica.

Leia também

Reportagens
7 de outubro de 2020

Audiorreportagem: os incêndios no Pantanal e o trabalho de quem está na linha de frente do combate

Em sua 1ª audiorreportagem, ((o))eco vai ao Pantanal acompanhar o trabalho de moradores, organizações e voluntários no combate às chamas e resgate da fauna afetada pelo fogo que consome o bioma

Salada Verde
17 de maio de 2024

Avistar celebra os 50 anos da observação de aves no Brasil

17º Encontro Brasileiro de Observação de aves acontece este final de semana na capital paulista com rica programação para todos os públicos

Reportagens
17 de maio de 2024

Tragédia sulista é também ecológica

A enxurrada tragou imóveis, equipamentos e estradas em áreas protegidas e ampliou risco de animais e plantas serem extintos

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários 5

  1. Willian diz:

    Sobrecarga de trabalho tanto pilotos como das poucas aeronaves. Reduções de gastos absurdas.
    Em agosto, o Ibama decidiu reduzir o número de helicópteros que aluga para vigiar o desmatamento e as queimadas no Pantanal e Amazônia. Por determinação do Ministério do Meio Ambiente para diminuir gastos, o órgão passou a contar com quatro aeronaves para auxiliar na vigilância de uma área de 5 milhões de quilômetros quadrados. Até então, havia seis aeronaves.

    Tudo sobre:
    Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/republica/breves/
    Copyright © 2020, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.


    1. Tomás diz:

      Willian, tenha cuidado em afirmar que ele caiu por sobrecarga ou qualquer outro motivo sem saber o resultado da investigação. Politizar a morte do piloto é coisa de urubu…


  2. AAI diz:

    Não é o 1o, nem o 2o. O pessoal dando a vida pra combater esses incêndios criminosos, instigados pelo governo!!!!
    Até quando????


    1. Rogério diz:

      De fato, não é o primeiro acidente em ações do Ibama. Teve aquele acidente fatal com um avião em 2017, em RR, entre outros. Teve um servidor do Licenciamento que vistoriava a usina de Barra Grande-SC, em 2005, também queda de helicóptero. Antes de culpar e condenar genericamente, é bom saber exatamente as razões de cada caso, para evitar que se repita. Tomara que seja o último.


    2. Rivotrilson diz:

      Escreve cheio de interrogação e exclamação já sabemos que é histérico.