Salada Verde

Mata Atlântica tem menos de 300 onças-pintadas

Estudo analisa o desafio da conservação da onça-pintada na Mata Atlântica da América do Sul. A caça é a grande responsável pela mortandade desses animais

Sabrina Rodrigues ·
17 de novembro de 2016 · 6 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Se nada for feito, a onça-pintada corre risco de extinção na Mata Atlântica, diz estudo da Scientific Reports. Foto: Letícia F. Paes
Se nada for feito, a onça-pintada corre risco de extinção na Mata Atlântica, diz estudo da Scientific Reports. Foto: Letícia F. Paes

Um estudo completo sobre a população de onças-pintadas foi publicado na revista Scientific Reports e revelou um dado preocupante: a população de onças-pintadas, conhecidas também como jaguares, está em declínio na Mata Atlântica. O estudo apontou que menos de 300 onças estão presentes no bioma. A perda de habitat e a sua fragmentação estão entre as principais causas para o declínio da onça-pintada, mas a mortalidade induzida pelo homem através da caça é a principal ameaça para a população remanescente. A onça-pintada é o maior predador da Mata Atlântica, que é um ponto crucial de biodiversidade altamente ameaçada no Brasil, Paraguai e Argentina. A publicação relata que cerca de 85% do habitat da onça na Mata Atlântica foi perdido e apenas 7% permanece em boas condições. O estudo alerta que se nada for feito, a Mata Atlântica será a primeiro bioma a perder o seu maior predador.

Fonte original: Scientific Reports.

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Salada Verde
22 de junho de 2022

Votação do projeto que flexibiliza proteção no Pantanal é adiada após pedido de vista

Parlamentares disseram que o PL, que altera Lei do Pantanal, não segue recomendações da Embrapa. Votação pode ser retomada na próxima semana

Colunas
22 de junho de 2022

A inaceitável poluição do Polo Petroquímico de Capuava

A poluição gerada pelas indústrias petroquímicas em Capuava, São Paulo, tem impactos diretos na saúde da população do entorno

Reportagens
22 de junho de 2022

Os ameaçados saguis-da-serra e o embate genético entre os Callithrix

Já ameaçados pela perda de habitat e febre amarela, as duas espécies de saguis-da-serra enfrentam o risco de desaparecer por causa da mistura com outras espécies de saguis

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta