Salada Verde

Quatro filhotes de papagaio são resgatados no Mato Grosso do Sul

Homem retirou filhotes de ninho que era monitorado pela PM Ambiental. Ação integra operação contra o tráfico de animais silvestres

Michael Esquer ·
14 de setembro de 2022
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Quatro filhotes de papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva) foram resgatados, nesta segunda-feira (12), pela Polícia Militar Ambiental (PMA) de Mato Grosso do Sul. As aves haviam sido removidas por um homem de dentro de um ninho que era monitorado pela instituição, na área de reserva legal de uma fazenda no município de Eldorado, a 447 km de Campo Grande. Os animais foram encontrados dentro de uma caixa, que foi abandonada pelo suspeito durante a fuga. 

Conforme a PMA, uma equipe da instituição estava no município eldoradense quando o episódio foi registrado. Os policiais orientavam a comunidade sobre os problemas relacionados ao tráfico de animais silvestres e monitoravam os ninhos da fazenda, quando viram o suspeito saindo da propriedade com uma caixa de papelão. O homem abandonou os quatros animais e fugiu em direção a uma região de mata. 

“Os policiais deslocaram-se até a caixa e encontraram quatro filhotes de papagaio-verdadeiro que o infrator havia retirado de ninhos na reserva. […] A equipe não localizou o traficante, devido à enorme dimensão da área florestada”, diz trecho de nota divulgada pela PMA. Os quatro filhotes foram resgatados e encaminhados para a fazenda Green Farm CO2 Free, em Itaquiraí (MS). A propriedade, que apoia as ações de resgate da PMA, possui um Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS). 

“Os filhotes serão acompanhados por médico veterinário na fazenda e ficarão em ambiente apropriado à disposição dos técnicos do CRAS de Campo Grande”, informa a nota. A decisão sobre a transferência para Campo Grande (MS) ou a reabilitação na própria fazenda deve ser atribuição do CRAS. 

Tráfico de animais

O resgate dos papagaios fez parte da operação Bocaiúva, que monitora ninhos em propriedades rurais e promove campanhas de conscientização contra o tráfico de animais silvestres na região. O nome faz alusão a palmeira comumente utilizada pelas aves para a nidificação – construção de ninhos. Entre os principais objetivos da ação está a garantia da permanência dos filhotes nos ninhos, o que contribui para a preservação da espécie. 

“A gente monitora os traficantes daqui, que servem a esses traficantes de São Paulo, que é pra onde vão a maior parte dos animais. Quase todos os papagaios sai pra aí.” disse a ((o))eco o tenente-coronel Edilson Paulino Queiroz, assessor de comunicação da PMA. Campanhas de conscientização contra o tráfico também integram a iniciativa na região. “O foco mesmo é conversar, porque os traficantes normalmente aliciam funcionários de propriedades rurais, e também explicar as situações dos crimes, das multas que podem ocorrer, para evitar a retirada”. 

Para o tenente-coronel, o número de filhotes resgatados nesta semana é um indicativo positivo para o combate ao tráfico de papagaios. “O traficante não obteve êxito em retirar grande quantidade de filhotes, indicando a importância deste tipo de operação preventiva, pois, se não fosse a fiscalização, o infrator poderia retirar dezenas de filhotes para serem traficados”, completou Queiroz. 

Vídeo: PMA/MS.

Sobre o papagaio-verdadeiro 

Papagaio verdadeiro. Foto: Sérgio Abranches.

O papagaio-verdadeiro também pode ser conhecido como ajuruetê, juru-etê, curau, papagaio-comum, papagaio-curau, papagaio-de-fronte-azul, papagaio-grego, papagaio-baiano, trombeteiro, papagaio-boiadeiro e louro. O seu nome científico é Amazona aestiva. A ave pode medir entre 35 e 37 centímetros de comprimento e pesa cerca de 400 gramas.

A espécie se distingue pela cabeça amarela, com azul-esverdeado na fronte e bochecha, narinas escuras, ombros vermelhos delineados com amarelo, asa com parte vermelha e extremos azul-escuro. O resto do corpo do papagaio-verdadeiro geralmente é verde, mais claro entre o ventre e o rabo.

  • Michael Esquer

    Jornalista em formação pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com passagem pela Universidade Distrital Francisco José de Caldas, na Colômbia, tem interesse na temática socioambiental e direitos humanos

Leia também

Salada Verde
13 de março de 2017

Conheça mais sobre os papagaios e porque é importante preservá-los

Como parte das comemorações do Ano do Papagaio, ICMBio lança cartilha para incentivar a conservação das aves e coibir o comércio ilegal. Obra está disponível para download

Notícias
21 de novembro de 2019

Para beneficiar ministro do STJ, presidente do Ibama libera posse de papagaios

‘Donos’ de aves da família Psittacidae que estejam há mais de 8 anos com as aves poderão legalizar posse. Animais precisam estar em boas condições de saúde

Salada Verde
26 de novembro de 2019

Órgão alerta para o aumento do tráfico de papagaios em período de reprodução

Instituto Estadual de Florestas (IEF) de Minas Gerais aponta que é justamente nessa época que os filhotes são retirados da natureza, em condições precárias

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta