Notícias

Focos de calor no Mato Grosso aumentam 150%

Levantamento do Instituto Centro de Vida revela salto nas queimadas no primeiro semestre no estado com histórico de desmatamento. Veja gráficos.

Karina Miotto ·
8 de julho de 2010 · 13 anos atrás

De acordo com o Instituto Centro de Vida (ICV), o número de focos de calor no primeiro semestre de 2010 em Mato Grosso aumentou em mais de 150% com relação ao mesmo período do ano passado. Foram contabilizados 4.677 focos este ano, um aumento significativo em relação aos 1.844 registrados em 2009. Este é o resultado da análise de uma série histórica de 1º de janeiro de 2005 a 29 de junho de 2010 de dados do sensor MODIS dos satélite AQUA e TERRA.

O estudo identificou os municípios com maior de focos de calor. Pelo menos 15 chegam a 2.859 focos. O curioso é que eles estão localizados em florestas nacionais, além de áreas de cerrado. Tangará da Serra foi o campeão (565 focos), seguido de Santa Carmem (381) e Paranatinga (250). 

Cerca de 44% dos 4.667 focos registrados no semestre ocorreu em áreas de propriedades e posses rurais não cadastradas no Sistema Integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental de Mato Grosso (SIMLAM). Unidades de conservação tiveram menos de 1%, assentamentos da reforma 7% e Terras Indígenas registraram 1.080 focos, o equivalente a 23% do total no período.

Leia também

Notícias
3 de fevereiro de 2023

Reeleitos, Lira e Pacheco adotam posturas mais ambientalmente sustentáveis

Tanto presidente da Câmara quanto do Senado abordaram a questão ambiental em seus discursos de posse; Lira acenou ao meio ambiente, sem desagradar ao agronegócio

Salada Verde
3 de fevereiro de 2023

Em mensagem ao Congresso, Lula pede apoio para reconstrução ambiental

Presidente diz a parlamentares recém-empossados que pretende promover o “reencontro do país com seu futuro como potência ambiental”

Análises
3 de fevereiro de 2023

Área Sujeita a Alagamento

As cidades cresceram no entorno de rios e lagos. Com o passar do tempo, elas se expandiram para cima deles

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta