Notícias

Canários-peruanos apreendidos no MS

Pela terceira vez em oito meses, espécie utilizada em rinhas de aves é encontrada em blitz nas estradas do estado.

Fábio Pellegrini ·
5 de maio de 2011 · 11 anos atrás
Crédito:  PMA-MS
Crédito: PMA-MS
Campo Grande (MS) – Pela terceira vez em oito meses autoridades policiais realizam apreensão de canários peruanos em Mato Grosso do Sul, fatos que indicam rodovias do Estado como rotas para o contrabando de animais.

A apreensão, ocorrida na tarde de quarta-feira (4) foi feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município de Água Clara, na BR-262, que liga Corumbá, na fronteira oeste do Estado com a Bolívia, a Três Lagoas, divisa com o Estado de São Paulo (ao leste). São 1.005 canários peruanos que estavam em um Fiat Palio , de Brasília, conduzido por um homem de 43 anos, residente em Pedra Branca (CE). Ele alegou aos policiais que havia pego as aves em Campo Grande e as levaria para Brasília.

O homem afirmou ainda que não conhecia a pessoa que o entregou as aves e que os contatos comerciais foram feitos por telefone. Com o traficante havia mais três pessoas, porém, ele assumiu toda a responsabilidade pelo tráfico, inclusive, afirmou ter pago R$ 10.000,00 pelos animais.

Os canários exóticos foram encaminhados ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), em Campo Grande. O acusado foi autuado administrativamente e multado em R$ 502.500,00. Ele ainda responderá por crime ambiental e poderá ser condenado a seis meses a um ano de detenção.

A PMA informa que tudo indica esses canários saem do Peru e Bolívia e são levados principalmente para Brasília e para a região Nordeste do país para serem utilizados em rinhas. Em fevereiro também foram apreendidos 1005 e em setembro do ano passado 1236.
Fabio Pellegrini

Crédito:  PMA-MS
Crédito: PMA-MS
Crédito:  PMA-MS
Crédito: PMA-MS

{iarelatednews articleid=”24799″}

Leia também

Notícias
26 de novembro de 2021

Informação obtida via LAI revela que MCTI recebeu dados do desmatamento em 1º de novembro

Ministro Marcos Pontes disse que dados não foram publicados antes da Conferência do Clima porque ele estava de férias. Agenda oficial registra férias entre 8 e 19 de novembro

Notícias
26 de novembro de 2021

Jornalismo digital brasileiro se une em campanha de financiamento

Ação reúne 26 organizações com objetivo de arrecadar doações para fortalecimento do jornalismo digital de qualidade

Reportagens
26 de novembro de 2021

MPF pede anulação da Licença de Instalação do Linhão Tucuruí na terra Waimiri Atroari

Ação aponta que União e a Transnorte agem ilegalmente no licenciamento da obra. Autossuficientes em energia elétrica, os Waimiri Atroari são contra o empreendimento e sentem “a floresta sangrar”

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta