Notícias

Ciclistas sinalizam rota para bicicletas na Avenida Paulista

Ciclistas não identificados pintaram bicicletas amarelas no asfalto na Avenida Paulista, na última sexta-feira, dia 27.

Redação ((o))eco ·
30 de maio de 2011 · 11 anos atrás
Ciclistas não identificados pintaram bicicletas amarelas no asfalto na Avenida Paulista, na última sexta-feira, dia 27. A sinalização foi improvisada na segunda faixa da pista, no sentido Vila Mariana. A instalação de avisos e placas indicando o compartilhamento do espaço entre carros e bicicletas na região é uma reivindicação antiga de diversos grupos de ciclistas de São Paulo.

 

A reportagem de ((o)) eco Bicicletas tentou ouvir a Companhia de Engenharia de Tráfego sobre a iniciativa, mas até a tarde desta terça-feira, dia 30, ninguém havia se manifestado. Em entrevistas recentes, o secretário municipal de Transportes Marcelo Branco já defendeu o compartilhamento de vias na cidade, apesar de ressaltar que os mecanismos para facilitar a convivência entre diferentes meios de transporte devem ser implementados gradualmente. Em diversos países, o compartilhamento é considerado uma ferramenta importante para acalmar o trânsito e, desta forma, diminuir o número de acidentes.

Apesar da ausência de sinalização oficial, a circulação de ciclistas na avenida em questão é intensa. Em setembro de 2010 a Associação de Ciclistas Urbanos de São Paulo (Ciclocidade) realizou levantamento técnico fotográfico e, em 14 horas, registrou a passagem de 733 ciclistas, uma média de 52 ciclistas por hora. No estudo, que pode ser acessado a partir deste link, o grupo ressalta a necessidade instalação de “infraestrutura oficial para a bicicleta (sinalização vertical e/ou horizontal que definitivamente institucionalize – e alerte aos outros veículos sobre – a circulação deste modal em nossa cidade).”

Além de ser rota de ligação entre diferentes pontos da cidade, a Avenida Paulista também abriga a Praça do Ciclista, importante ponto de encontro para quem pedala na cidade. A avenida é a mesma em que, em janeiro de 2009, a ciclista Márcia Prado foi atropelada e morta em uma disputa por espaço com um ônibus. Até hoje, mais de dois anos após o acidente e mesmo com a circulação constante de bicicletas, nenhuma sinalização oficial foi instalada indicando o compartilhamento das vias ou orientando os ciclistas sobre onde pedalar.

As fotos das bicicletas sendo pintadas na Avenida Paulista que ilustram esta reportagem foram enviadas por um leitor de ((o)) eco Bicicletas.

Leia também

Reportagens
23 de maio de 2022

Governo não fechou 645 lixões, como afirma Bolsonaro

Cruzamento de dados oficiais e consulta direta a prefeituras mostram ser falso principal anúncio da “agenda ambiental urbana” do governo

Notícias
20 de maio de 2022

Alto custo é principal barreira para visitação de parques

De acordo com estudo, alto custo da viagem, distância e falta de informações disponíveis são os principais obstáculos para visitação de parques naturais

Notícias
20 de maio de 2022

Presidenciáveis recebem plano para reverter boiadas ambientais de Bolsonaro

Estratégia ‘Brasil 2045’ propõe medidas para reconstruir política ambiental brasileira e fazer país retomar posição de liderança global em meio ambiente

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta