Notícias

Morfo azul: uma borboleta com banca de gigante

A homenageada por ((o))eco esta semana é morfo azul, uma das maiores borboletas do mundo, podendo medir até 20 centímetros. Foto: Thomas Bresson

Duda Menegassi ·
23 de novembro de 2012 · 9 anos atrás
A homenagem do ((o)) eco esta semana vai para a borboleta morfo azul (Morfo peleides), uma pequena com pose de gigante. Trata-se de uma das maiores borboletas do mundo, podendo medir até 20 centímetros. Como seu nome denuncia, o azul é sua característica marcante e é a cor que preenche suas asas de contornos pretos. O belo colorido das costas reflete a luz, tornando o azul ainda mais vívido.

Engana-se quem pensa que ela só vive da beleza, pois na hora de enganar os predadores fecha as asas e revela outra faceta: o lado marrom com manchas em formato de olho, que a camuflam e mantém a salvo dos pássaros e outros insetos.

A dupla face das asas da morfo azul causa um efeito estético quando voa: a impressão é de que ela aparece e desapare a cada impulso.

Pode ser encontrada no Brasil, México, Colômbia, Venezuela e Paraguai. A bela aparência talvez seja compensação para a vida curta de cerca de 115 dias. Mesmo assim, nem sempre ela aproveita todo o seu tempo, pois, mais que os predatores naturais, caçadores e colecionadores encurtam a sua já breve existência. Por enquanto, não há dados sobre o grau de ameaça em que essa distinta borboleta possa se encontrar. Foto: Thomas Bresson

 

 

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação, montanhismo e divulgação científica. Escreve para ((o))eco des...

Leia também

Salada Verde
3 de dezembro de 2021

Paraná pretende reativar trecho brasileiro de trilha histórica que liga o Atlântico ao Pacífico

Chamada de Caminhos do Peabiru, trilha tem 1.550 no trecho paranaense, que vai de Paranaguá a Guaíra. Caminho era usado por incas e guaranis, antes da colonização

Notícias
3 de dezembro de 2021

Amapá vende terras públicas invadidas a R$ 46 o hectare

Estado possui mais de 2,5 milhões de hectares de áreas ainda não destinadas. Cerca de 50% deste total é classificado como de importância biológica extremamente alta

Reportagens
3 de dezembro de 2021

Novo Código de Mineração propõe aprovação automática de milhares de processos parados na ANM

Proposta pode afetar mais de 90 mil requerimentos que aguardam aprovações técnicas e ambientais; medida ainda interfere na criação de unidades de conservação e dificulta demarcação de terras indígenas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta