Notícias

Borboleta-Coruja: presa ou predador?

A homenageada de ((o))eco dessa semana sobrevive graças à confusão que o padrão de suas belas asas cria. Foto: Cláudio Timm

Rafael Ferreira ·
12 de julho de 2013 · 11 anos atrás
Caligo brasiliensis fotografada em Santa Catarina. Maio/2010. Foto: Cláudio Timm.
Caligo brasiliensis fotografada em Santa Catarina. Maio/2010. Foto: Cláudio Timm.

Borboleta-coruja é o nome popular das borboletas pertencentes ao gênero Caligo. Na mitologia greco-romana, Caligo era a personificação das trevas, o que torna esse nome apropriado para descrever um gênero de borboletas de hábitos crepusculares: permanecem pousadas em troncos durante o dia e voam de manhã ou nas últimas horas do dia, antes do anoitecer.

São borboletas típicas de florestas úmidas e florestas secundárias do México, América Central e do Sul. Em geral, são muito grandes, um dos maiores exemplares de borboletas que se tem notícia, chegando a medir até 18 centímetros de envergadura. Em geral as fêmeas são maiores e menos coloridas que os machos.

Há cerca de 20 espécies deste gênero, que podem ser divididos em seis grupos que constituem “subgêneros”: Caligo eurilochus (que inclui C. bellerophon, C. brasiliensis, C. eurilochus, C. idomeneus, C. illioneus,C. memnon, C. prometheus, C. suzanna, C. telamonius, C. teucer ); Caligo arisbe (C. arisbe ,C. martia ,C. oberthurii); Caligo atreus (C. atreus, C. uranus); Caligo oileus (C. oedipus, C. oileus, C. placidianus, C. zeuxippus); Caligo beltrao (C. beltrao) as incertae sedis (Caligo euphorbus, Caligo superbus), cuja colocação é incerta em relação aos demais grupos.

Como a maioria das borboletas, são efêmeras: vivem aproximadamente por três meses. Mas até chegar à metamorfose completa, levam cerca de 105 dias. E como uma impressão digital: nenhum exemplar apresenta um padrão de asas exatamente igual ao outro.

Os machos tem um comportamento territorialista e, na época da cópula, perseguem as fêmeas incansavelmente. Após a cópula, a fêmea põe cerca de 50 ovos. A taxa de sobrevivência das lagartas após a eclosão dos ovos sofre em razão do grande número de predadores e parasitas como, por exemplo, as vespas da família Trichogrammatidae cujas larvas parasitam a borboleta e seus ovos.

O padrão das asas, origem do apelido borboleta-coruja, pelo lado de dentro, é um desenho semelhante ao rosto de uma coruja, com destaque para os olhos enormes e abertos. Um mistério científico: especula-se que o padrão de olho seja uma forma de mimetismo, que confunde seus predadores. Muitos animais pequenos, que caçam principalmente usando o sentido da visão, hesitam em se aproximar da borboleta, “imaginando” estar diante de um dos seus predadores naturais. Este mecanismo anti-predação protege o animal enquanto descansa, se alimenta e acasala.

As espécies mais comuns no Brasil são a Caligo beltrao e a Caligo eurilochs brasiliensis, mais comuns no leste do país. Também são encontradas aqui a Caligo martia, nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul e a Caligo memnon, na Floresta Amazônica.

Leia também

Notícias
29 de fevereiro de 2024

Queimadas na Amazônia atingem número recorde em fevereiro

Puxado por Roraima, número de focos de calor registrados pelo INPE no mês é o maior em 25 anos de medições

Reportagens
29 de fevereiro de 2024

No quadrilátero ferrífero, em Minas Gerais, a descoberta de uma árvore é também esperança

Embora tenha caído a taxa de desmatamento na região no último ano, se acende um alerta para a fiscalização da extração de minérios, próxima da região

Salada Verde
29 de fevereiro de 2024

Oportunidade | ((o))eco abre vaga para estágio em marketing

Estudantes a partir do 5º período que se interessem pela temática ambiental podem se inscrever entre 1 e 10 de março. Vaga é para o Rio de Janeiro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários 7

  1. Maicon diz:

    Acordei com uma dessas no meu quarto, ela estava parada do lado da tv

    Sera que tem alguma superstição ou algo do tipo???


    1. Sla diz:

      Elas são normais, mais muitas das religiões falam que elas atraem sorte


  2. Celia diz:

    MORO NO LITORAL (MONGAGUÁ) FOTOGRAFEI UMA ENORME!!!…
    SEUS GRANDES OLHOS E O CORPO, PARECENDO AINDA EM MUTAÇÃO; LAGARTA/BORBOLETA ASSUSTA UM BOCADINHO. MAS… TEM SUA BELEZA.


  3. Sandra Carvalho diz:

    Tenho uma no meu quintal, enorme e belíssima!
    Moro na região sudeste


  4. Edinalva diz:

    Tem uma pousada no cajueiro de casa e é muito parecida c o tronco! Belíssima! Deus perfeito q a criou c esses grandes olhos para q ela se defenda de predadores, já q vivem tai poyco


  5. Celio diz:

    Tem duas aqui em casa, são lindas


  6. Sonhador diz:

    Ora, ora! Vi uma borboleta desas e vim na internet pesquisar. Chato, relacionam a bichinha com trevas, só porque gosta de um escurinho.