Notícias

Um Dia no Parque: uma celebração às áreas protegidas

Mobilização nacional para promover as unidades de conservação terá semana com programação especial online a partir desta terça. E no domingo (18), a equipe do Pé no Parque estará no ar!

Redação ((o))eco ·
11 de outubro de 2020 · 1 anos atrás
O Parque Nacional do São Joaquim estará representado no painel promovido pelo Pé no Parque. Foto: Duda Menegassi

O Um Dia no Parque é uma mobilização nacional que tem como objetivo promover e valorizar as unidades de conservação brasileiras. Desde 2018, o evento sempre investiu em tirar as pessoas de casa e fazê-las ter contato com a área protegida mais próxima. Este ano, entretanto, devido às medidas preventivas face a pandemia, a campanha terá um novo formato com uma extensa programação online. Uma coisa não mudou: o protagonismo continua sendo todo das unidades de conservação! Turismo, voluntariado, infância, clima, economia e fotografia estão entre os temas que serão discutidos ao longo da semana.

No próximo domingo 18 de outubro será transmitido o Festival Um Dia no Parque, com duas horas de falas inspiradoras de todo Brasil sobre conservação e a conexão das pessoas com a natureza. Mas antes disso, a programação já começa com o Proteja Talks que comandará 9 painéis online na semana, com início na terça-feira (13).

A programação do Proteja Talks começa dia 13, com um painel que irá refletir sobre os 20 anos do Sistema Nacional de Unidades de Conservação. Na quarta, 14, o tema é a economia da floresta. Na quinta, 15, a vez é das Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) e de discutir o olhar do privado para conservação. Na sexta, 16, o debate será sobre a relação entre as UCs e a emergência climática. No sábado, a programação é dobrada, às 15h irá rolar a exibição do curta Noronha Submerso e uma conversa sobre mergulho nas UCs e às 16h será realizado um workshop de fotografia de natureza. No domingo, 18 de outubro, o dia começa com um papo sobre natureza, infância, saúde e arte, às 15h, mesma hora em que rola uma conversa sobre voluntariado em áreas protegidas.

Proteja Talks/Divulgação

E às 16h30 do domingo, a equipe do Movimento Pé no Parque preparou um painel especial para falar sobre o turismo nas áreas protegidas e todas as potencialidades que a presença de um parque pode significar, da educação à renda. Quem assistiu a websérie do Pé no Parque, realizada pela Associação O Eco com patrocínio da Fundação Grupo Boticário, vai reconhecer alguns dos palestrantes. O condutor de visitantes do Parque Nacional de São Joaquim (SC) Léo Matei,  participará junto com a turismóloga Susy Simonetti, da Universidade Estadual do Amazonas, especialista em turismo de base comunitária. Para fechar a mesa, a servidora do ICMBio, Larissa Moura Diehl, especialista em uso público. O papo será mediado pela roteirista da websérie, Duda Menegassi.

O evento é gratuito e para participar basta fazer sua inscrição no link do Proteja Talks, parceiro do Um Dia no Parque junto a outras 13 instituições para realização dos painéis virtuais.

Ângela Kuczack, diretora da Rede Pró UC e realizadora do Um Dia no Parque, acredita que este ano, diante de toda sequência de más notícias na esfera ambiental e do cenário de pandemia, a celebração promovida por Um Dia no Parque é ainda mais importante. “Num ano como este, em que a gente está vivendo uma pandemia isso é ainda mais importante. Primeiro porque as pessoas precisam da natureza e a pandemia mostrou isso pra muita gente, essa necessidade de estar em um lugar aberto, de ir num parque ou estar numa área natural”, aponta Ângela.

A diretora e idealizadora do Um Dia no Parque aponta ainda que o foco este ano na programação virtual foi trazer pessoas, projetos e ações inspiradoras. “Buscamos iniciativas que valorizam a natureza e sejam para quem for assistir uma oportunidade de se conectar com a inspiração através da natureza. E através de projetos e pessoas que nos mostram que ainda é possível”. Além da programação online, 132 unidades de conservação confirmaram ações no dia, todas respeitando as regras de segurança sanitária e de prevenção.

“No fim das contas, o Um Dia no Parque 2020, seja o virtual ou o presencial, é uma mensagem de esperança e de acreditar no futuro, de plantar boas sementes hoje para que venham dias melhores”, conclui Ângela.

 

Leia também

#UmDiaNoParque

Caminhar para conservar (com geração de renda)

Visitação nos parques cresce pelo 12º ano seguido e bate 15 milhões em 2019

Leia também

Notícias
18 de junho de 2020

Visitação nos parques cresce pelo 12º ano seguido e bate 15 milhões em 2019

Número representa um aumento de 20,4% em relação a 2018. Líderes na visitação seguem sendo os parques nacionais da Tijuca e do Iguaçu

Colunas
2 de setembro de 2018

Caminhar para conservar (com geração de renda)

Trata-se de ir além da sinalização e começar a criar no Sistema a rede de serviços de apoio necessária a uma boa experiência de caminhada longa

Análises
19 de julho de 2019

#UmDiaNoParque

Um lembrete de que mudar o mundo é possível e é uma grande aventura!

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta