Reportagens

ONU divulga autores de novo relatório do IPCC

A quinta edição do relatório contará com 813 cientistas divididos em três seções. Diversos brasileiros estão no time de especialistas. Veja os nomes

Redação ((o))eco ·
23 de junho de 2010 · 12 anos atrás

Foi divulgada a nova lista de cientistas que farão parte da redação do novo relatório sobre aquecimento global do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas. O IPCC pretende divulgar o relatório entre 2013 e 2014, independentemente da revisão de relatórios anteriores, como o de 2007, que ainda está em andamento.

A quinta edição do relatório contará com 813 cientistas divididos em três seções ou grupos de trabalho sobre os seguintes temas: clima, o impacto do aquecimento global e estratégias para responder a mudanças climáticas. Para tanto, foram selecionados profissionais de diversas áreas, como engenharia, meteorologia, física, oceanografia, estatística e economia.

A nova lista de escolhidos foi criada a partir de 3000 indicações e é dita mais diversificada que as dos relatórios de anos anteriores, contando com quase um terço dos escolhidos de países em desenvolvimento, um terço de mulheres e mais de 60% fazendo parte do projeto pela primeira vez.

O Brasil possui representantes nos três grupos de trabalho. Para O Grupo de trabalho 1- “ A Base científica”, contamos com Edmo Oceans, Jose Marengo, Ilana Wainer, Iracema Cacalvanti, Paulo Artaxo, Sin Chan Chou. No Grupo de Trabalho 2: “Impactos, adaptação e vulnerabilidade” constam, Carlos Nobre, Carolina Dubeux, Fabio Scarano, Jean Ometto, Marcos Buckeridge, Maria Assuncao Silva Dias e Ulisses Confalonieri. Para o Terceiro Grupo: “Estratégia de respostas e mitigação” foram chamados os cientistas Emilio La Rovere, Haroldo Machado Filho, Luiz Pinguelli Rosa, Marcio D’Agosto, Maria Silvia Muylaert de Araujo, Marcos Gomes, Mercedes Bustamante, Oswaldo Lucon , Roberto Schaeffer , Ronaldo Seroa da Motta, Suzana Khan e Thelma Krug.

Leia também

Notícias
10 de agosto de 2022

ALMT adia votação do projeto que libera caça esportiva no Mato Grosso

Autor da proposta, o deputado Gilberto Cattani (PL) quer aumentar a “interação homem e natureza”. As espécies que poderão ser caçadas serão decididas pelo Executivo

Reportagens
10 de agosto de 2022

Complexo ameaça uma das últimas regiões livre de barramentos nas nascentes do Pantanal

Rio Cabaçal é alvo de projeto que prevê a construção de quatro PCHs e duas CGHs. Fragilizada pelo assoreamento, bacia do curso d'água pode sofrer com fortes impactos na qualidade da água

Notícias
9 de agosto de 2022

Marinha suspende bombardeio em ilha no arquipélago de Alcatrazes

Exercício militar havia sido agendado para os dias 16 e 17 de agosto na Ilha Sapata, na zona de amortecimento do Refúgio de Vida Silvestre Alcatrazes, em pleno período reprodutivo das aves

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. Ari diz:

    Deus nos livre de o Brasil precisar da marinha para defesa. Uma força armada sem treinamento algum,:enquanto outros países treinam sempre e se preparam para a defesa de seus mares. Assim logo seremos escravos do Maduro.


  2. Miriam de Souza Dantas diz:

    Mas adiar não resolve, a agressão ambiental continua. Por que não fazem em outro lugar desse Brasilzão?