Reportagens

Primeiro semestre de 2015 foi o mais quente já registrado

De acordo com agência norte-americana do clima, o ano caminha para quebrar recorde entre os mais quentes da história.

Cíntya Feitosa ·
7 de agosto de 2015 · 9 anos atrás

O ano de 2015 caminha para quebrar o recorde entre os mais quentes já registrados no mundo. O primeiro semestre teve temperatura 0,85ºC acima da média e foi o mais quente desde 1880, de acordo a agência norte-americana NOAA. A média global é calculada de acordo com os registros das temperaturas nas superfícies oceânica e terrestre.

Junho foi o terceiro mês deste ano a quebrar o recorde mensal de temperatura, junto com março e maio. Os outros meses também registraram altas temperaturas: janeiro e fevereiro ocupam o segundo lugar entre os mais quentes, na comparação com os mesmos meses, e abril foi o quarto com temperatura mais alta.

O mês de junho também registrou a terceira menor extensão de gelo no Ártico desde 1979, quando as medições por satélite começaram, usando dados da NOAA (Agência Nacional de Oceanos e Atmosfera) e Nasa (Agência Espacial Norte-Americana).

No mapa, as regiões em vermelho registraram temperatura acima da média. Em azul, as regiões com temperatura abaixo da média. A comparação é entre 2015 e o período de 1981 a 2010.

Clique para ampliar. Foto: NOAA
Clique para ampliar. Foto: NOAA

 

 

*Este artigo foi publicado originalmente no site do Observatório do Clima, republicado em O Eco através de um acordo de conteúdo. logo-observatorio-clima

 

 

Saiba mais
Relatório: NOAA National Centers for Environmental Information, State of the Climate: Global Analysis for June 2015, publicado online em Julho de 2015

Leia também
Áreas protegidas da Amazônia absorvem 11 vezes mais carbono
Brasil está mais inflamável, dizem estudos
Infraestrutura é chave para corte de emissões neste século, diz estudo

 

 

 

Leia também

Salada Verde
26 de fevereiro de 2024

Com apoio internacional, Brasil pretende investir R$ 27 bilhões na transição ecológica

Iniciativa visa captar recursos estrangeiros e garantir proteção cambial a projetos privados voltados para a transformação energética e ecológica no Brasil

Notícias
26 de fevereiro de 2024

Associação de servidores ambientais do Acre pede apoio de parlamentares do estado

Asibama-AC enviou ofício a deputados federais e senadores acreanos solicitando apoio público à mobilização pela reestruturação da carreira e demais demandas da categoria

Análises
26 de fevereiro de 2024

A “descupinização” do licenciamento ambiental paulista

Temer a municipalização do licenciamento de atividades de alto impacto ambiental é condenar o município sem dar a chance de ele provar sua capacidade técnica

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.