Salada Verde

Tarde demais?

Está marcada para amanhã (10) a tão esperada audiência pública para discutir a mudança do local de construção da barragem da usina hidrelétrica de Jirau, no rio Madeira, em Rondônia. Foram convidados representantes da Agência Nacional das Águas (ANA), Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Ibama. Na prática, a audiência não deve mudar muita coisa no curso das obras, já que o presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª região, desembargador Jirair Aram Meguerian, suspendeu na noite da última quinta-feira a liminar que impedia as obras iniciais da hidrelétrica. As atividades do Enersus, consórcio responsável pela hidrelétrica, já recomeçaram.

Salada Verde ·
9 de dezembro de 2008 · 16 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Está marcada para amanhã (10) a tão esperada audiência pública para discutir a mudança do local de construção da barragem da usina hidrelétrica de Jirau, no rio Madeira, em Rondônia. Foram convidados representantes da Agência Nacional das Águas (ANA), Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Ibama. Na prática, a audiência não deve mudar muita coisa no curso das obras, já que o presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª região, desembargador Jirair Aram Meguerian, suspendeu na noite da última quinta-feira a liminar que impedia as obras iniciais da hidrelétrica. As atividades do Enersus, consórcio responsável pela hidrelétrica, já recomeçaram.

Leia também

Análises
13 de junho de 2024

Crises ambientais, governança democrática e direitos: quantos alertas ainda serão necessários?

Que os 365 dias de cada ano sejam oportunidades de ações e condutas com responsabilidade para com a integridade ambiental e justiça social planetária

Notícias
13 de junho de 2024

Evento pré-COP termina sem acordo sobre principal tema a ser discutido em Baku

Conferência de Bonn repete a disputa histórica entre países ricos e pobres sobre financiamento climático e provoca efeito dominó nas outras decisões da pauta

Notícias
13 de junho de 2024

Corte de árvores em obra da nova sede da Secretaria de Meio Ambiente de Manaus gera polêmica

Denúncias apontam descumprimento de uma recomendação do Ministério Público do Amazonas. Órgão cortará 132 árvores. Prefeitura minimiza impactos

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.