Salada Verde

ICMBio lança o Atlas de Manguezais do Brasil

Segundo maior país em extensão de mangues do Mundo, publicação reúne informações sobre esse sensível ecossistema, como características, história, legislações e ameaças

Sabrina Rodrigues ·
23 de abril de 2018 · 3 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Os manguezais são um dos ecossistemas mais produtivos do planeta. Eles são importantes sequestradores e estocadores de carbono na biomassa e no solo. Foto: Tarciso Leão.

 

Os manguezais são um dos ecossistemas mais produtivos do planeta, e seu valor para a manutenção de bens e serviços é enorme, pois são importantes sequestradores e estocadores de carbono na biomassa e no solo. O Brasil é o segundo país em extensão de mangues, com aproximadamente 14 mil quilômetros quadrados ao longo do litoral do país, sendo que 87% desse universo está localizado dentro Unidades de Conservação. Essas e outras informações estão contidas no  Atlas dos Manguezais do Brasil, lançado pelo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A publicação é resultado do Projeto Manguezais do Brasil (GEF/Mangue), implementado pelo Programa das Nações Unidas para o desenvolvimento – Brasil (PNUD), com o apoio do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), e coordenado pela Diretoria de Ações Socioambientais e Consolidação Territorial de UCs (DISAT), do ICMBio. “Este trabalho contou com a contribuição dos diversos parceiros, entre servidores, pesquisadores e colaboradores que voluntariamente, contribuíram para o projeto demonstrando dedicação, integração e responsabilidade com os assuntos de conservação dos manguezais do Brasil”, afirma o presidente do ICMBio, Ricardo Soavinski.

O Atlas alerta que 25% dos manguezais em todo o Brasil foram destruídos desde o começo do século 20. A situação é particularmente séria nas regiões Nordeste e Sudeste do Brasil, que apresentam um alto nível de fragmentação e onde estimativas recentes sugerem que cerca de 40% do que um dia foi uma extensão contínua de manguezais já não existe mais.

A implementação do Projeto Manguezais do Brasil foi proposta com o objetivo de melhorar a capacidade do Brasil de promover a efetiva conservação e uso sustentável dos recursos em ecossistemas manguezais tanto de áreas protegidas do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) quanto de áreas de preservação permanente.

O Atlas está disponível no formato digital, mas em breve o ICMBio deverá lançar a versão impressa.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

 

Saiba Mais

Atlas dos Manguezais do Brasil

 

Leia Também

Em 15 anos, Brasil perdeu 20% de seus manguezais

Estudo mostra importância de mangues para pesca

Aterrando mangues e destruindo o futuro

 

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Colunas
7 de agosto de 2013

Aterrando mangues e destruindo o futuro

A ocupação irregular e o lamaçal no Campo da Fé, durante a visita do Papa, é um alerta da natureza contra a destruição de manguezais.

Notícias
9 de novembro de 2011

Estudo mostra importância de mangues para pesca

Pesquisa analisou etapas de desenvolvimento do dentão, espécie de alto valor comercial que enfrenta redução de estoques e sobrepesca no litoral baiano.

Notícias
28 de abril de 2017

Em 15 anos, Brasil perdeu 20% de seus manguezais

A plataforma MapBiomas, que mapeia todos os biomas, revela redução também do Pantanal e do Cerrado. Mata Atlântica regenera quase uma Macedônia

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. Eliane Roxo diz:

    Temos pessoas na política, representando o meio ambiente, que já declararam de público detestar os Manguezais!


  2. Advento diz:

    Assisto muito o canal fishtv e os pescadores que visitam manguezais dizem que é incrível como a vida é intensa neste ecossistema. Tem que ser preservado mesmo.