Salada Verde

Servidores ambientais denunciam casos de assédio moral cometidos na gestão Bolsonaro

A denúncia, protocolada pela Ascema junto ao MPF e ao MPT, destaca 64 casos de retaliações cometidas contra servidores dos órgãos ambientais

Duda Menegassi ·
13 de agosto de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

A Associação Nacional dos Servidores de Carreira de Especialista em Meio Ambiente (Ascema Nacional) enviou uma denúncia de assédio moral coletivo ao Ministério Público Federal (MPF) e ao Ministério Público do Trabalho (MPT) do Distrito Federal. Na denúncia, a Ascema destaca 64 casos de retaliações diretas cometidas contra servidores ambientais e ressalta ainda que há um coletivo indeterminado muito maior afetado indiretamente, tanto no Ibama, quanto no ICMBio e no próprio Ministério do Meio Ambiente. “Essas agressões são fruto da clara aversão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), representado por seus indicados, aos servidores que trabalham em prol do meio ambiente”, afirma a Ascema em nota divulgada para a imprensa.

A Associação destaca que já levantou, compilou e denunciou inúmeras práticas irregulares de Bolsonaro e dos demais denunciados e reforça que os cargos de gerência nos órgãos ambientais estão largamente ocupados por militares, mas que apesar dos problemas e divergências, o Código de Ética do Servidor Público Federal deve ser respeitado. Além da violação ao código, a Ascema identificou “práticas reiteradas e indicativas de assédio moral coletivo organizacional”.

“Como as agressões não são isoladas e chegaram a um nível tão alto de insatisfações, ilegalidades e reprovabilidade, torna-se necessário levar os casos ao conhecimento do Ministério Público para avaliação e, ao que se espera, a adoção de medida(s) para garantir o direito coletivo dos servidores a um sadio ambiente de trabalho”, aponta o texto da denúncia.

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação, montanhismo e divulgação científica. Escreve para ((o))eco des...

Leia também

Reportagens
10 de agosto de 2021

Ibama inicia a temporada do fogo com apenas 52% do efetivo de brigadistas

Apesar da autorização para contratar 1.659 temporários, até o final de junho apenas 869 haviam sido contratados. O atraso pelo segundo ano consecutivo compromete ações estratégicas de prevenção

Notícias
27 de julho de 2021

Auditoria do TCU aponta erros do governo federal no combate ao desmatamento na Amazônia

O Ministério do Meio Ambiente terá 120 dias para apresentar um plano de ação com cronograma e medidas que corrijam as falhas apontadas pelo TCU, como a asfixia do Ibama por falta de fiscais

Notícias
6 de maio de 2021

Responsável por relatório que expõe ineficiência no Ibama, servidor teria sido ameaçado

Rumores indicam que o servidor do Ibama teria sido ameaçado após escrever nota técnica expondo ineficiência do atual sistema de multas do órgão

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta