Vídeos

E-Cons: a luta contra a extinção do Soldadinho do Araripe

O programa Empreendedores da Conservação vai apoiar pessoas determinadas a conservar nossa fauna e flora. Conheça o caso do Soldadinho.

Fabíola Ortiz · Marcio Isensee e Sá ·
18 de outubro de 2012 · 12 anos atrás

Com o desafio de fomentar projetos de conservação, a Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS) saiu em busca de iniciativas de sucesso pela preservação da natureza em seis biomas brasileiros – Amazônia, Caatinga, Cerrado, Pantanal, Mata Atlântica e em áreas urbanas.

Weber Girão, da ONG Aquasis, sediada no Ceará, há 16 anos está envolvido com a conservação do Soldadinho do Araripe (Antilophia bokermanni), a única ave endêmica no Ceará, o pássaro que foi listado entre as 100 espécies mais ameaçadas do mundo.

Um macho do Soldadinho-do-Araripe, espécie considerada criticamente ameaçada. (Foto: Ciro Albano)
Um macho do Soldadinho-do-Araripe, espécie considerada criticamente ameaçada. (Foto: Ciro Albano)
  • Fabíola Ortiz

    Jornalista e historiadora. Nascida no Rio, cobre temas de desenvolvimento sustentável. Radicada na Alemanha.

  • Marcio Isensee e Sá

    Marcio Isensee e Sá é fotógrafo e videomaker. Seu trabalho foca principalmente na cobertura de questões ambientais no Brasil.

Leia também

Notícias
22 de julho de 2024

Paul Watson, fundador do Greenpeace e protetor de baleias, é preso na Groenlândia

Ambientalista foi detido por agentes da polícia federal da Dinamarca, em cumprimento a mandado de prisão do Japão; ele partia da Irlanda para confrontar navio baleeiro japonês

Salada Verde
22 de julho de 2024

Encontro de alto nível sobre ação climática reúne ministros e líderes de 30 nações

8ª Conferência Ministerial sobre Ação Climática (MoCA), realizada este ano na China, tem objetivo de destravar discussões que ficaram emperradas em Bonn

Notícias
22 de julho de 2024

Ministério Público investiga esquema de propina em órgão ambiental da Bahia

Servidores, ex-funcionários e outros investigados teriam recebido até R$ 16,5 milhões de fazendeiros para facilitar concessão de licenças ambientais

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.