Vídeos

Vídeo: O que são Florestas Vazias e por que isto é um problema ambiental? por Fernando Fernandez

O biólogo e professor do Instituto de Biologia da UFRJ, Fernando Fernandez, explica por que a ausência de animais indica que uma floresta está doente

Daniele Bragança · Márcio Lázaro ·
1 de abril de 2018 · 4 anos atrás

A gente se acostuma a andar por área de floresta e não enxergar nenhum animal de médio ou grande porte. A gente se acostuma a perceber que essa floresta em pé ainda está viva e que seus processos ecológicos estão funcionando. A gente se acostuma, mas não deveria.

No décimo primeiro vídeo da série “Pense Verde”, o biólogo e professor do Instituto de Biologia da UFRJ, Fernando Fernandez, explica o fenômeno conhecido como Floresta Vazia. Segundo Fernandez, que é o atual presidente da Associação ((o))eco, a assinatura de uma floresta vazia é uma pilha de grandes frutos apodrecendo no chão. “O fruto é o suborno que a planta paga para o animal dispersar suas sementes”, explica.

Leia Também

Vídeo: Como o Fundo Amazônia ajuda na preservação do maior bioma do país? por Juliana Santiago

Vídeo: Por que é importante implementar o Código Florestal? por Juliano Assunção

Preenchendo com vida a floresta vazia

 

  • Daniele Bragança

    Repórter e editora do site ((o))eco, especializada na cobertura de legislação e política ambiental.

  • Márcio Lázaro

    Jornalista, repórter cinematográfico, editor de vídeo e imagens, mestre em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (UFRJ).

Leia também

Colunas
2 de setembro de 2009

Preenchendo com vida a floresta vazia

A conservação precisa adotar uma postura mais agressiva. Reintroduzir espécies localmente extintas é contribuir para um mundo melhor, e não apenas impedir que ele se torne pior.

Vídeos
18 de fevereiro de 2018

Vídeo: Por que é importante implementar o Código Florestal? por Juliano Assunção

Diretor do Climate Policy Initiative, da PUC-Rio, defende que a implementação da lei trará benefícios econômicos e ambientais ao país

Reportagens
28 de setembro de 2022

Sem peixes e caranguejos, fome assola comunidades pesqueiras da Baía de Guanabara 

Defensores públicos cobram ações emergenciais e políticas de inclusão social para pescadores, após vistoria em rios e manguezais degradados de Duque de Caxias

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta