Análises

Flores e felinos do Cabo

O Reino floral do Cabo, o único dentro de um único país, ganhou mais um motivo para ser preservado. Câmeras registraram um casal de um leopardo que se julgava já extinto.

Pedro da Cunha e Menezes ·
24 de junho de 2010 · 13 anos atrás
Kolgeberg
Kolgeberg
Recentemente, adicionalmente à tarefa de preservar o Reino floral do Cabo e suas cerca de 1.000 espécies ameaçadas, os administradores de Kogelberg viram-se às voltas com  mais um problema e dos grandes. Não reclamaram contudo. Pelo contrário, espocaram champanhe e comemoraram!!!!!!!!!!! Explica-se: semana passada, câmeras fotográficas instaladas pela ONG Cape Leopard Trust na Reserva (cuja categoria de manejo equivale a nossos Parques Estaduais) confirmaram que mais de um casal do vulnerabilíssimo leopardo do cabo perambulam por lá. Trata-se realmente de notícia para regozijo, pois acreditava-se que o diminuto leopardo do cabo estava completamente extinto na região. Com a metade do tamanho do leopardo comum africano, o leopardo do cabo é uma subespécie em vias de extinção, pois sofre com a predação por parte de fazendeiros, a redução de habitat e com as armadilhas de caçadores furtivos.

Pico Pederkop
Pico Pederkop

De agora em diante, caminhar nas belíssimas trilhas de Kogelberg, cuja beleza do Pico Pederkop, as águas límpidas do rio Palmiet e as coloridas flores do Cabo já eram de uma beleza incomparável, ganhou um atrativo a mais: justificar pelo uso do lazer a preservação de uma área outrossim cobiçada para a especulação imobiliária. Afinal ali subsiste uma das espécies de felinos mais ameaçada do mundo.

Poço no rio Palmiet
Poço no rio Palmiet

Leia também

Reportagens
27 de janeiro de 2023

Apib representa criminalmente ex-presidente Jair Bolsonaro por omissão na proteção do território Yanomami

Além do ex-mandatário, o ex-presidente da Funai, Marcelo Xavier e a ex-ministra e atual senadora Damares Alves são citados. A ação destaca possível incentivo para invasões da área protegida

Notícias
27 de janeiro de 2023

Mauro Mendes quer “desfederalização” do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães

É a primeira vez que um parque federal seria transformado em estadual no País, aponta Rede Pró-Unidades de Conservação. Alteração pode diminuir poder de acionar mecanismos de proteção

Notícias
27 de janeiro de 2023

Justiça federal e estadual avaliam três ações civis públicas contra Complexo Termelétrico em Macaé

Desabastecimento hídrico e poluição atmosférica estão entre as irregularidades apontadas pelo Instituto Arayara, que reivindica estudos fundamentais negligenciados no licenciamento

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta