Notícias

Sem perdão

Lorenzo Aldé ·
13 de agosto de 2004 · 20 anos atrás

Nem a resistência dos ruralistas impediu a goleada (326 a 10) conquistada na Câmara pela emenda constitucional que expropria fazendas que utilizem trabalho escravo. No Senado tramita um projeto de lei semelhante. A diferença é que ele determina que se considerem improdutivas não apenas as propriedades que pratiquem trabalho escravo, mas também aquelas que usam trabalho infantil ou cometem crimes ambientais. Isto quer dizer o seguinte: prejudicou o meio ambiente? Não tem mais multa, castigo, reprimenda pública, reparação do dano. Perde o direito à propriedade e pronto. A idéia só tem um porém. Decretar a propriedade improdutiva resultará, naturalmente, em destiná-la para a reforma agrária. Cristóvam Buarque, autor do texto, não vê problema: “Os novos proprietários também têm que cumprir a lei”.

  • Lorenzo Aldé

    Jornalista, escritor, editor e educador, atua especialmente no terceiro setor, nas áreas de educação, comunicação, arte e cultura.

Leia também

Notícias
22 de fevereiro de 2024

CEEE Equatorial terá que isolar fios da rede elétrica para proteger bugios, decide Justiça

Juiz acatou pedido do MP e concessionária de energia que atua na Região Metropolitana de Porto Alegre (RS) terá que adequar o serviço para evitar morte de bugios

Notícias
22 de fevereiro de 2024

ICMBio convoca sociedade para analisar propostas de novas UCs

Ao todo, foram analisadas 219 propostas de criação ou ampliação de unidades de conservação em todos os biomas do país. Maior parte delas na zona costeira e marinha

Salada Verde
22 de fevereiro de 2024

Multa de R$ 23,6 mil para réu que ergueu casa no Parna de Ilha Grande

O valor servirá para restaurar a área desmatada na reserva federal, que abriga ilhas do Rio Paraná e espécies em risco de extinção

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.