Notícias

Sem perdão

Lorenzo Aldé ·
13 de agosto de 2004 · 20 anos atrás

Nem a resistência dos ruralistas impediu a goleada (326 a 10) conquistada na Câmara pela emenda constitucional que expropria fazendas que utilizem trabalho escravo. No Senado tramita um projeto de lei semelhante. A diferença é que ele determina que se considerem improdutivas não apenas as propriedades que pratiquem trabalho escravo, mas também aquelas que usam trabalho infantil ou cometem crimes ambientais. Isto quer dizer o seguinte: prejudicou o meio ambiente? Não tem mais multa, castigo, reprimenda pública, reparação do dano. Perde o direito à propriedade e pronto. A idéia só tem um porém. Decretar a propriedade improdutiva resultará, naturalmente, em destiná-la para a reforma agrária. Cristóvam Buarque, autor do texto, não vê problema: “Os novos proprietários também têm que cumprir a lei”.

  • Lorenzo Aldé

    Jornalista, escritor, editor e educador, atua especialmente no terceiro setor, nas áreas de educação, comunicação, arte e cultura.

Leia também

Salada Verde
17 de junho de 2024

Brigadista do Ibama é assassinado na porta de casa no Tocantins

Sidiney de Oliveira Silva, mais conhecido como Nenê, morava na Ilha do Bananal e estaria sendo ameaçado por fazendeiros e grileiros por impedir queimadas e invasões

Reportagens
17 de junho de 2024

Mudança de paradigma – Quando o fogo vira ferramenta de combate à crise climática

Manejo Integrado do Fogo pode ajudar o país a reduzir emissões de gases estufa. Parna da Chapada dos Guimarães é um dos pioneiros no Brasil no uso da técnica

Notícias
17 de junho de 2024

Imagens mostram comboio do Exército ao lado de incêndio no Itatiaia

Câmera do parque nacional mostra momento em que veículos militares aparecem ao lado de foco de incêndio, ainda em estágio inicial. Dois dias depois, fogo já consumiu 160 hectares

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.