Notícias

Resposta do governo é criar reserva

O Palácio do Planalto está para anunciar nesta quinta-feira que encaminhará ao Congresso projeto de lei, já negociado para tramitar em regime de urgência, criando o Programa de Florestas Nacionais. O projeto, além de autorizar e regular a concessão de áreas florestais na Amazônia, sob o regime de outorga de terra pública (sem cessão de propriedade), determinará também a criação de áreas de reserva, manejo e reservas extrativistas. Será criada a Estação Ecológica da Terra do Meio, em uma área de 3,3 milhões de hectares, em forma de lua, na margem direita da BR-163, que será de preservação integral, 80% dela em terras que o empreiteiro paranaense Cecílio Rego de Almeida alega serem de sua propriedade. Dois meses atrás, o Ministério do Meio Ambiente detectou ali, por meio do sistema de monitoramento por satélites em parceria com o INPE, um desmatamento de 6,2 mil hectares em apenas dois dias. Acionou o Ibama, que encontrou no local barracões e uma estrutura de desmatamento em larga escala. Mais acima, será criado o Parque Nacional do Pardo, com uma área de 445 mil hectares.No lado esquerdo, será criada a Floresta Nacional de Balata Tufani, na qual será permitido o manejo florestal por concessão, baseado em plano de outorga que terá que ser elaborado previamente. Em dois pontos, no rio Xingu e em Riozinho da Liberdade, serão criadas reservas extrativistas.O MMA pretendia fazer tudo isso por meio de medida provisória, mas a eleição do deputado Severino Cavalcanti para a presidência da Câmara levou o governo a mudar para um projeto de lei e negociou para que seja examinado em regime de urgência. O Ministério espera, com esta lei, congelar a situação na Terra do Meio até que ela seja ordenada, com os respectivos planos de outorga e manejo.

Sérgio Abranches ·
17 de fevereiro de 2005 · 19 anos atrás
  • Sérgio Abranches

    Mestre em Sociologia pela UnB e PhD em Ciência Política pela Universidade de Cornell

Leia também

Salada Verde
14 de junho de 2024

Filhote de onça-pintada é registrado no Parque Nacional do Iguaçu

Novo filhote, batizado de Yasú, que significa "amor", em Tupi, tem pouco mais de um ano de vida

Análises
14 de junho de 2024

Riscos vão muito além da privatização das praias

A zona costeira está sendo estreitada, aprisionada entre o processo de elevação do nível do mar e de ocupação que impede que a linha de costa se mova para se ajustar à nova realidade imposta pelas mudanças climáticas

Notícias
14 de junho de 2024

Introdução de peixe amazônico em reservatório paulista diminuiu diversidade de espécies nativas

Desde que foi registrada pela primeira vez na represa do Jaguari, em 2001, a corvina (Plagioscion squamosissimus) estabeleceu e aumentou sua população na bacia do Paraíba do Sul em detrimento da fauna local

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.