Notícias

Biólogos: desbravadores da nossa biodiversidade

Dia 3 de setembro é Dia do Biólogo, ((o))eco presta homenagem aos profissionais que descobrem e estudam as formas de vida que nos cercam

Daniele Bragança ·
3 de setembro de 2012 · 9 anos atrás
Fotos: Biólogos.

Hoje, 3 de setembro, é dia do Biólogo. E ((o))eco presta a sua homenagem a esses profissionais que produzem boa parte do conhecimento que nós publicamos na forma de colunas, notícias e reportagens. Nas fotos acima, estão três descobertas recentes de novas espécies feitas por biólogos e que ocuparam nossas páginas: o Brachycephalus tridactylus, um sapinho de 3 dedos, encontrado em Guaraqueçaba, Paraná; uma nova espécie de macaco do gênero Callicebus, que vive na Amazônia; e o pedreiro-do-espinhaço, um pássaro da Serra do Cipó.

Aqui ao lado você pode ver o símbolo da profissão, um círculo que contém uma hélice de DNA, um espermatozoide e uma folha, todos símbolos da vida. Dentro da folha, uma espiral que expressa a evolução.

((o))eco deseja que a profissão continue se desenvolvendo e que seja cada vez mais valorizada no Brasil. E que nos proporcione cada vez mais conhecimento sobre a nossa incrível biodiversidade.

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
20 de outubro de 2021

Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

Somente em setembro foram destruídos 1.224 km² de floresta, área equivalente a mais de 4 mil campos de futebol por dia. Números sãos os maiores em 10 anos

Salada Verde
20 de outubro de 2021

Em comemoração de seus 10 anos, Onçafari lança concurso de fotografia

Fotógrafos profissionais e amadores podem se inscrever até o dia 14 de novembro. Vencedores terão a oportunidade de fotografar a fauna e flora existentes na sede da Onçafari, no Pantanal

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta