Notícias

Um passeio virtual pelas montanhas do planeta

Sinta-se no topo do mundo sem precisar levantar de sua cadeira através de fotos em 360 graus disponíveis no Google Maps.

Paulo André Vieira ·
1 de abril de 2013 · 9 anos atrás

Depois de oferecer passeios virtuais pela Antártica e pelo Rio Negro, e permitir que as pessoas mergulhassem por recifes de corais sem sair sair de casa, o Google Maps agora leva os internautas para o tipo de algumas das montanhas mais famosas do planeta. As imagens foram coletadas com uma câmera digital montada sobre um  simples tripé, e oferecem a oportunidade de se aprecuar paisagens incríveis sem riscos de avalanches, deslizamentos ou os perigos da altitude que testam os mais bracos montanhistas. Aprecie abaixo algumas dessas paisagens e aproveite para passear um pouco nessas fotos interativas.


O pico Uhuru é o ponto mais alto do Kilimanjaro, com mais de 5.800 metros de altitude. Conhecido como o teto da África, o Kilimanjaro, localizado no norte da Tanzânia, junto à fronteira com o Quénia, é o pico mais alto do continente africano.


O cume do Aconcágua, a montanha mais alta nos hemisférios ocidental e do sul, é o ponto mais alto fora dos Himalaias.


Localizado nas montanhas do Cáucaso, o cume coberto de neve do Monte Elbrus se levanta majestoso sobre a Europa e a Rússia, com mais de 5.600 metros de altitude.


A maioria das expedições ao ponto mais alto da Terra começam no Campo Base do Everest. A rota até este acampamento é uma das rotas mais populares no Himalaia, e visitado por milhares de montanhistas todos os anos.

  • Paulo André Vieira

    Produtor Editorial formado pela UFRJ, atua em ((o))eco desde 2007 escrevendo sobre geojornalismo e cuidando da edição e gestão do site.

Leia também

Salada Verde
15 de outubro de 2021

GLO ambiental não será renovada, anuncia Mourão

A operação acabou nesta sexta-feira (15). Atuação de militares não resultou em diminuição do desmatamento na Amazônia, mesmo com efetivo e orçamento maiores que dos órgãos ambientais

Notícias
15 de outubro de 2021

Justiça do México suspendeu revisão da meta climática, apresentada em 2020

Assim como o Brasil, o México revidou a meta para abaixo do estabelecido no Acordo de Paris. Greenpeace questionou na Justiça a nova NDC e ganhou

Reportagens
15 de outubro de 2021

Com acordo político, 1ª parte da Conferência da ONU sobre Biodiversidade chega ao fim na China

Mais de 100 países assinaram Declaração de Kunming, se comprometendo politicamente a preservar a biodiversidade do planeta

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta