Notícias

Termina incêndio no Parque Ecológico de Serra de Jaraguá

Após quatro dias de queimada intensiva, unidade de conservação de quase 3 mil hectares perdeu 65% de seu território para as chamas.

Redação ((o))eco ·
12 de agosto de 2013 · 8 anos atrás

O incêndio no Parque Ecológico de Serra de Jaraguá, na região central de Goiás, que começou na terça-feira (06), está sob controle, segundo informou neste domingo (11) o Corpo de Bombeiros. Estima-se que o fogo tenha consumido 65% da unidade de conservação, após 4 dias de queimada intensa.

Foram mobilizados 52 homens para combater as chamas. Na quinta-feira, os 3 focos que haviam se alastrado a partir do paredão Norte do parque foram controlados, mas surgiu um novo foco em outra área do parque. A suspeita é que os dois incêndios tenham sido provocados. O primeiro teria ocorrido por queima de uma casa de marimbondos; e o segundo por fazendeiros que tentaram realizar a queima controlada do pasto, mas o fogo se alastrou.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. O Parque Ecológico da Serra de Jaraguá é uma unidade de conservação integral criada pelo governo do estado de Goiás em 1998. Tem uma área de mais de 2 mil e 800 hectares (Veja o mapa).

Com o início do tempo seco, a partir de maio, está aberta a temporada de queimadas. Só em Goiás, do dia 01 de agosto até hoje, foram registrados 202 focos de incêndio pelo sistema de monitoramento de focos de queimados e incêndios do INPE/CPTEC.

 

 

Leia Também
Incêndios e queimadas ao redor do mundo
Previsão de fogo para a Amazônia
Cinzas sobre o verde

 

 

 

Leia também

Reportagens
26 de outubro de 2021

De olho na COP-26, governo lança Programa de Crescimento Verde

Especialistas classificam iniciativa como vazia e retórica. Com desmatamento em alta e falta de políticas de controle, Brasil não terá nada de relevante para levar a Glasgow

Salada Verde
26 de outubro de 2021

Governo atualiza lista de municípios que mais desmatam a Amazônia

União do Sul (MT), Santana do Araguaia (PA) e Ulianópolis (PA) estão na lista de municípios críticos. Os três mais que dobraram a área desmatada entre 2019 e 2020

Reportagens
26 de outubro de 2021

Assim como desmatamento, exploração madeireira avança pelo norte de Rondônia

Divisa entre RO, MT e AM é conhecida como a “nova fronteira do desmatamento”. Do total explorado no estado, em ao menos 5 mil hectares e retirada de madeira foi feita de forma ilegal

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta