Notícias

Queimadas voltam a afetar municípios da Amazônia boliviana

Mapeamento feito com auxílio de satélites identifica 1.687 de focos de calor em agosto em municípios localizados na Amazônia boliviana.

Daniel Santini ·
5 de setembro de 2013 · 8 anos atrás

A Floresta Amazônica queima na Bolívia. Levantamento feito pelo Data Cidades com base nos boletins oficiais de monitoramento do Ministério do Meio Ambiente da Bolívia indica que, só em agosto, foram 1.687 focos de calor detectados por meio de satélites em municípios de Beni e Pando, estados que fazem parte da Amazônia boliviana. Em dois deles, Exaltación e San Ramón, a concentração de incêndios chama a atenção – foram 371 no primeiro e 270 no segundo. No mapa abaixo, é possível visualizar a quantidade de focos de calor detectados em cada município (clique e use o zoom para visualizar informações detalhadas).

Assim como no Brasil, os meses de julho e agosto costumam ser os mais secos e, por isso, a concentração de queimadas se intensifica nesta época. O fogo é usado para a derrubada da mata e está relacionado à expansão de zonas agrícolas. É o mesmo que acontece nos estados brasileiros vizinhos Rondônia e Mato Grosso. Nos dados abertos disponibilizados no site da Nasa, é possível visualizar a incidência de fogo não só na Bolívia, mas também no Centro-Oeste do Brasil e no Oeste do Pará, um crescente de chamas que contorna os limites da fronteira agrícola. 

Na Bolívia, os focos de incêndio estão na maior parte em áreas em que há estradas, com fácil acesso – é possível consultar em detalhes as rodovias do país neste mapa. O problema ameaça a floresta e é motivo de preocupação. Em 2012, foi criado o programa Amazônia Sem Fogo, justamente para tentar conter os incêndios. Em junho, ((o)) eco divulgou estudo que indicava aumento do risco de incêndios em áreas de floresta, incluindo na Bolívia em função do clima seco. Na região afetada pelas queimadas estão áreas úmidas importantes para o ciclo hidrológico não só dos rios da Bolívia, mas também dos que atravessam a Amazônia brasileira. 

Baixe as informações que embasaram esta datareportagem. Clique aqui para obter uma tabela em excel ou em arquivo tipo .csv, com a relação dos focos de calor detectados nos estados de Beni e Pando, na Bolívia, durante o mês de agosto.

 

  • Daniel Santini

    Responsável pela plataforma ((o)) eco Data. Especialista em jornalismo internacional, foi um dos organizadores da expedição c...

Leia também

Reportagens
25 de outubro de 2021

Exploração ilegal de madeira aumenta no Mato Grosso e chega a 88,3 mil hectares em 2020

Ilegalidade atinge 38% da área total utilizada para extração de madeira no estado. Mais de 10 mil hectares explorados de forma ilegal foram em áreas protegidas

Análises
25 de outubro de 2021

Como frear crises hídricas, as atuais e as futuras?

Acompanhamos de perto, por aqui, uma expansão imobiliária desordenada, que, à luz do dia, destrói nascentes e despeja esgoto diretamente em cursos d’água

Reportagens
25 de outubro de 2021

Como os estados cuidam da Amazônia: comparamos dados de proteção, orçamento e desmatamento

Análise exclusiva do ((o))eco se debruça sobre dados ambientais dos nove estados da Amazônia Legal para compreender diferenças e semelhanças nas políticas públicas regionais

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta