Notícias

Ibama flagra pesca de espécie de tubarão em extinção

Apreensão de cação anjo ocorreu no Arquipélago de Alcatrazes, no litoral de São Paulo. Espécie estava estocada no porão da embarcação.

Redação ((o))eco ·
5 de setembro de 2013 · 8 anos atrás
Espécie ameaçada de extinção é apreendida na costa de São Paulo. Foto: Ricardo Hiar e Ibama.
Espécie ameaçada de extinção é apreendida na costa de São Paulo. Foto: Ricardo Hiar e Ibama.

O Ibama multou uma embarcação que estava pescando no Arquipélago de Alcatrazes, em São Paulo. A fiscalização ocorreu em conjunto com a equipe da Marinha do Brasil e do ICMBio e encontrou no porão da embarcação a estocagem irregular de camarão rosa, polvo e cação anjo no porão.

A espécie Squatina guggenheim (cação anjo espinhoso) é ameaçada de extinção e não poderia ter sido pescada. A embarcação foi multada em torno de R$ 3 mil reais por exercício da pesca em desacordo com a autorização obtida junto ao Ministério da Pesca e Aquicultura. O pescador foi autuado por captura de espécie constante de lista oficial de fauna brasileira ameaçada de extinção. Esta multa pode chegar à R$ 90 mil reais.

O pescado apreendido foi doado para o Centro de Biologia Marinha da Universidade de São Paulo, Cebimar/USP, que desenvolve o Projeto Garoupa e necessita de pescados para alimentação de espécimes criados em cativeiro.

 

 

Leia Também
Pesca predatória é flagrada nas Ilhas Cagarras
Alcatrazes: beleza e diversidade que pedem proteção
Os mistérios do Arquipélago de Alcatrazes

 

 

 

Leia também

Notícias
20 de outubro de 2021

Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

Somente em setembro foram destruídos 1.224 km² de floresta, área equivalente a mais de 4 mil campos de futebol por dia. Números sãos os maiores em 10 anos

Salada Verde
20 de outubro de 2021

Em comemoração de seus 10 anos, Onçafari lança concurso de fotografia

Fotógrafos profissionais e amadores podem se inscrever até o dia 14 de novembro. Vencedores terão a oportunidade de fotografar a fauna e flora existentes na sede da Onçafari, no Pantanal

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta