Notícias

Atum-rabilho: caiu na rede, está em extinção

Um dos maiores predadores dos mares atlânticos corre o risco de desaparecer. A sobrepesca reduziu a população mundial da espécie pela metade.

Redação ((o))eco ·
28 de novembro de 2014 · 7 anos atrás

Cardume de atuns-rabilho ([i]Thunnus thynnus[/i]). Foto:
Cardume de atuns-rabilho ([i]Thunnus thynnus[/i]). Foto:

O atum-rabilho (Thunnus thynnus) é o maior dos peixes tunídeos (atuns), capaz de atingir até 3 metros de comprimento e 650 kg. Encontrado em todo Atlântico ocidental, o atum-rabilho é uma iguaria muito apreciada na culinária asiática e um único peixe pode atingir altos preços no mercado. Isto impulsionou a pesca que, dos anos 60 até hoje, foi responsável pelo declínio global da população em 51%. Apesar dos esforços de conservação ao longo da área de ocorrência do peixe, esta sobrepesca (aliada à pesca ilegal onde há proibição) ainda é a maior ameaça à espécie, que desaparece rapidamente nas redes e armadilhas. Por esta razão, a Lista Vermelha da IUCN considera o rabilho ‘Em Perigo‘ de extinção.

 

 

Leia Também
Deixe o panda-vermelho em paz
Os preciosos golfinhos-de-hector
O leopardo-das-neves está numa fria

 

 

 

Leia também

Notícias
20 de outubro de 2021

Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

Somente em setembro foram destruídos 1.224 km² de floresta, área equivalente a mais de 4 mil campos de futebol por dia. Números sãos os maiores em 10 anos

Salada Verde
20 de outubro de 2021

Em comemoração de seus 10 anos, Onçafari lança concurso de fotografia

Fotógrafos profissionais e amadores podem se inscrever até o dia 14 de novembro. Vencedores terão a oportunidade de fotografar a fauna e flora existentes na sede da Onçafari, no Pantanal

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta