Notícias

Belém é oficializada pelo governo Lula para disputar sede da COP 30

Evento pode acontecer no exato momento de consolidação da reconstrução da política ambiental brasileira. Será a primeira vez que o país sediará uma Conferência do Clima

Fabio Pontes ·
11 de janeiro de 2023

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao lado do governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou nesta quarta-feira (11) o nome da capital paraense Belém como a cidade brasileira a ser indicada para a Organização das Nações Unidas (ONU) para sediar a Conferência do Clima de 2025, a COP 30. 

Em novembro, durante sua participação na COP 27, no Egito, ainda como presidente eleito, Lula já tinha anunciado a pretensão de defender a realização da COP 30 na Amazônia. Em dezembro, ((o))eco produziu reportagem apontando Belém como a cidade favorita para receber o encontro internacional sobre mudanças climáticas. 

Agora, há pouco menos de duas semanas da posse, o petista anunciou que o Ministério das Relações Exteriores, oficializou a capital paraense como a indicação brasileira. O anúncio foi feito  por meio de vídeo  gravado ao lado de Helder Barbalho. 

Segundo o presidente, a indicação é o presente de seu  governo à Belém, que amanhã (12) completa 407 anos de fundação. “O Itamaraty formalizou a cidade de Belém como a cidade que está disputando a candidatura para realizar a COP 30”, afirmou Lula. “Eu fiquei feliz quando o nosso ministro Mauro Vieira [Chanceler] formalizou ao governador Helder a cidade de Belém”. 

“Belém, o estado do Pará, estará de portas abertas para debater a Amazônia, para discutir o clima no mundo e encontrar soluções”, disse Helder. Após ter sido o único governador da Amazônia Legal a formalmente apoiar a campanha de Lula no segundo turno das eleições de 2022, Helder Barbalho ganhou ainda mais força ao mobilizar os 27 governadores a ir até a Brasília prestar apoio aos chefes dos Três Poderes pós-ataque terrorista.

Caso Belém seja de fato confirmada pela ONU como sede da COP-30, a Amazônia se consolida como o centro global dos debates sobre o enfrentamento às mudanças climáticas. Será a primeira vez que o país sediará uma Conferência do Clima.

  • Fabio Pontes

    Fabio Pontes é jornalista com atuação na Amazônia, especializado nas coberturas das questões que envolvem o bioma desde 2010.

Leia também

Notícias
7 de dezembro de 2022

Belém e Manaus têm potencial para sediarem uma Conferência Mundial do Clima na Amazônia

Belém é a favorita por conta da boa relação política de Helder Barbalho com Lula; já Manaus aparenta ter melhor estrutura urbana para um evento internacional

Análises
13 de junho de 2012

Os 20 anos entre a ECO92 e a Rio+20: parte I, o processo

Entre as duas conferências que marcaram o Rio de Janeiro, a primeira foi palco de grandes acordos e a segunda indica uma decepção anunciada

Notícias
5 de janeiro de 2023

Meio Ambiente terá centralidade no governo Lula, garante Rui Costa

Segundo ministro da Casa Civil, pastas como Infraestrutura e Transportes terão participação direta do MMA, além de contarem com poder decisório nos planos nacionais de desenvolvimento

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários 1

  1. Matheus Raddi diz:

    Muito boa a coluna!! Há também o termo Naturalista, onde há bastante confusão