Notícias

Eleições 2022 conta com o maior número de candidaturas indígenas da história do país

Os candidatos representam 31 povos de todas as regiões do país, com destaque para os estados da Amazônia Legal; mulheres são a maioria

Débora Pinto ·
2 de setembro de 2022 · 1 anos atrás

As Eleições de 2022 já figuram como um marco histórico para os povos originários com o maior número de candidatos autodeclarados indígenas, desde 2014, quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) passou a registrar a classificação de raça. São 182 até o momento, segundo a página de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais (DivulgaCand)

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) apresentou na última segunda-feira (29/08) 30 candidaturas, representando 31 povos de todas as regiões do país apoiadas pela Campanha Indígena 2022, projeto voltado à formação, articulação e construção de estratégias de luta política para ocupação de espaços de decisão e representatividade na sociedade brasileira por lideranças indígenas. 

A estratégia faz parte de um conjunto de articulações em prol dos direitos indígenas e da preservação de seus territórios e visa a constituição de uma Bancada Indígena no Congresso Nacional e Assembleias Legislativas estaduais. 

O fortalecimento das candidaturas pela Apib acontece por meio do apoio em relação à divulgação, estratégia e comunicação visual, além do suporte jurídico.  

O movimento vem se desenhando desde 2017, com o lançamento de uma carta aberta (“Por um parlamento cada vez mais indígena”) em defesa da identidade e ancestralidade indígena como resistência a um projeto de dizimação de um país multicultural e denunciando a paralisação da política de segurança territorial com a morosidade nas demarcações de terras.

Em 2020, outra carta aberta assinada pelas organizações trouxe o mote “Demarcando as urnas” e o slogan “Vamos aldear a política”, 

Segundo o coordenador político da Campanha Indígena e coordenador executivo da Apib, Kleber Karipuna, o fortalecimento de lideranças passa necessariamente pela identificação, acompanhamento, mentoria e capacitação aos que apresentem interesse, compromisso e empenho em levar adiante a pauta da representatividade na política, assim como de defesa de direitos e dos territórios indígenas. 

Segundo o Censo de 2010, último realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem 897 mil indígenas, pertencentes a 305 povos e 274 línguas diferentes, o equivalente a 0,5% da população brasileira.

  • Débora Pinto

    Jornalista pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, atua há vinte anos na produção e pesquisa de conteúdo colaborando e coordenando projetos digitais, em mídias impressas e na pesquisa audiovisual

Leia também

Reportagens
16 de agosto de 2022

Indígenas buscam eleger bancada para “aldear” Congresso e Assembleias

Representantes de povos de todo o país buscam candidaturas nos legislativos estaduais e federal. O movimento reforça o debate das questões ambientais

Notícias
21 de agosto de 2022

Mulheres indígenas buscam protagonismo nas eleições 2022

Movimento busca maior presença feminina nas eleições de 2022. Ação é considerada prioritária para que os povos originários defendam, na política, territórios que vão da Amazônia ao Cerrado

Salada Verde
16 de agosto de 2022

Brasil volta às urnas sem a opção de “candidatura verde” em 2022

A lacuna de candidaturas ligadas às propostas ambientais ocorre mesmo com a pauta do meio ambiente sendo uma das mais debatidas pela sociedade

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.