Notícias

“Por que tem que ter lá uma estação ecológica?”, diz Bolsonaro sobre Tamoios

Presidente voltou a reclamar sobre existência de unidade de conservação em Angra dos Reis e negou, mais uma vez, que estivesse no local no dia da multa, mesmo sendo fotografado

Daniele Bragança ·
20 de maio de 2019 · 3 anos atrás
Em discurso na Firjan, Bolsonaro defende transformação de reserva em área turística. Foto: Anan Santos/PR.

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o fim da estação ecológica de Tamoios, em Angra dos Reis, e a criação de uma área turística no local. Bolsonaro foi multado pelo Ibama em 2012 por pescar na área proibida. A multa foi anulada este ano.

“Por que a baía de Angra não pode ser nossa Cancun? Por que tem que ter lá uma estação ecológica, chamada Tamoios, onde nos 29 acidentes geográficos dali, a maioria ilhas, em um raio de 1km, não pode ter nenhuma atividade humana?”, perguntou o presidente, em discurso na Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan), nesta segunda-feira (20), onde foi homenageado.

“Nós queremos casar meio ambiente com desenvolvimento. A baía de Angra pode ser sim a nossa Cancun. E digo mais, sem corporativismo ou sem bairrismo, [a nossa] é muito melhor do que aquela outra mais ao norte. Eu sei que muita gente já esteve lá. Eu já passei por lá também. Mas na baía de Angra, a única recordação que eu tenho é uma multa. No dia e hora que eu tinha metido o dedo no painel de presença em Brasília, até isso aconteceu. Mas tudo bem, eu sou criminoso ambiental para muita gente que não teve acesso a esse processo”, disse o presidente, arrancando risos da plateia.

Duas versões para a mesma multa

A alegação de que não estaria no local no momento da emissão da multa foi o mote da defesa de Bolsonaro no processo com o Ibama. A multa foi emitida 40 dias após o fato ter ocorrido.

Bolsonaro ora diz que não estava no local, ora alega que teria autorização da então ministra da Pesca, Ideli Salvatti, para pescar em Tamoios. Essa autorização não foi anexada pela defesa no processo que corria no Ibama e que foi anulado após a chegada à presidência.

A confusão entre a data da expedição da multa e o dia do incidente foi a principal linha de defesa de Bolsonaro. Antes de receber a notificação da multa, o então deputado falou abertamente sobre a pesca em seus discursos na Câmara dos Deputados. Após a notificação, mudou a linha de defesa e passou a negar o ocorrido. O vídeo, abaixo, mostra as duas versões.

Cancun da Eletronuclear

A primeira vez que o presidente Jair Bolsonaro defendeu transformar a estação ecológica de Tamoios em local turístico foi há duas semanas, em entrevista à apresentadora Luciana Gimenez. Para transformar esse desejo em realidade, Bolsonaro terá que enviar um projeto de lei anulando a criação da estação ecológica e revogar o decreto de 1980 que determina que todas as usinas nucleares deverão ser localizadas em áreas delimitadas como estações ecológicas

Tamoios abrange cerca de 5% da baía de Ilha Grande, entre os municípios de Angra dos Reis e Paraty, no Estado do Rio de Janeiro e está na área de influência das usinas nucleares de Angra I e II.

 

Leia Também 

Bolsonaro quer liberar pesca submarina em reserva onde foi multado

Ibama exonera fiscal que multou Bolsonaro por pesca em área protegida

Multa ambiental de Bolsonaro é anulada a pedido da AGU

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
9 de janeiro de 2019

Multa ambiental de Bolsonaro é anulada a pedido da AGU

Presidente foi multado em 2012 por pescar em unidade de conservação de proteção integral. Parecer da AGU obriga Ibama a retornar processo da estaca zero

Notícias
28 de março de 2019

Ibama exonera fiscal que multou Bolsonaro por pesca em área protegida

Após elaborar um laudo em que afirma que a infração do presidente  prescreveu, órgão exonera servidor que multou o então deputado de cargo comissionado  

Notícias
8 de maio de 2019

Bolsonaro quer liberar pesca submarina em reserva onde foi multado

Em entrevista a Luciana Gimenez, presidente afirma que estuda revogar decreto de criação da Estação Ecológica de Tamoios, na Baía de Guanabara, onde foi multado pelo Ibama em 2012

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 4

  1. Lais diz:

    Ele nunca está na cena do crime, ele também não estava no condomínio quando os assassinos da parlamentar tramaram o crime. Homem de sorte.


  2. Roque diz:

    Cancun Brasileira perto da usina atômica?


  3. José diz:

    Mas como é que pode uma mula dessa ser presidente, meu deus do céu?


  4. Paulo diz:

    Sr, Presidente, por que lá! Porque o sr. precisa ler . Lá estará explicado, tenha certeza.

    Precisa ler mais. Estes chutes lembra muito ex presidentes aloprados.