Reportagens

O plano Al Gore

Com negociação da Conferência do Clima na reta final, EUA e União Európeia não se entendem sobre meta de redução de emissões. Mas Al Gore acha que há solução para o impasse.

Redação ((o))eco ·
13 de dezembro de 2007 · 17 anos atrás
Na realidade, Al Gore foi mais longe em suas recomendações para os negociadores. Em vez de esperarem pela implementação de novas medidas só em 2013, após o termino da primeira fase do protocolo, o Nobel da Paz sugeriu (com toda a dramaticidade que o caracteriza) que as novas metas de redução de gases de efeito estufa entrem em vigor já em 2010. É uma proposta bastante ousada para a diplomacia do clima, que caminha a passos de tartaruga. Mas nas palavras de Gore, o aquecimento não deve ser tratado como um problema político, mas sim moral. “A vontade política é um recurso renovável”, concluiu.

Leia também

Colunas
17 de junho de 2024

Amnésia climática

Os governos esquecem os acordos iniciados que poderiam salvar milhões de vidas e alimentam o aumento da extração e uso de combustíveis fósseis

Salada Verde
17 de junho de 2024

Brigadista do Ibama é assassinado na porta de casa no Tocantins

Sidiney de Oliveira Silva, mais conhecido como Nenê, morava na Ilha do Bananal e estaria sendo ameaçado por fazendeiros e grileiros por impedir queimadas e invasões

Reportagens
17 de junho de 2024

Mudança de paradigma – Quando o fogo vira ferramenta de combate à crise climática

Manejo Integrado do Fogo pode ajudar o país a reduzir emissões de gases estufa. Parna da Chapada dos Guimarães é um dos pioneiros no Brasil no uso da técnica

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.