Reportagens

Parte 4 – Uma Reserva de Desenvolvimento Sustentável

Produtor de filme “Return to the Amazon” conta como foi a viagem à reserva Mamirauá, em Tefé (AM), onde o manejo de fauna é um exemplo bem sucedido de uso sustentável.

Plínio Ribeiro ·
17 de março de 2008 · 14 anos atrás

Durante todas as expedições que realizamos, o líder foi um sujeito engraçado e experiente chamado Don Santee. Don já passou dos cinqüenta e, há mais de trinta anos, roda o mundo em busca de aventuras e mergulhos. Ele foi um dos mergulhadores na expedição da década de oitenta, e é uma espécie de velha geração de exploradores que ainda mantêm o espírito incansável de buscar o desconhecido.

Don adora contar os causos que passou ao lado de Jacques Cousteau, com quem começou a viajar e mergulhar ainda bem jovem. Ele era uma espécie de assistente de mergulho na expedição da década de oitenta. Segundo ele, o que mais mudou na Amazônia nesses últimos 25 anos foi a questão da regularidade e controle das áreas. Quando me disse isso, estava bastante influenciado pelos dias que passamos em Mamirauá, ou melhor, Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá.

Para chegar em Mamirauá é preciso ir ao município de Tefé. Toda a equipe se encontrava em Manaus. No dia da partida acordei cedo. Era a primeira vez que iria navegar pelas águas marrons do rio Solimões. O plano era zarpar do píer do hotel Tropical em Manaus às sete da manhã. No entanto, durante o abastecimento da noite anterior, a tripulação notou um problema na sala de motor do barco, e quando solucionado já passava das três da tarde.

Foi por conta de estudos sobre esses primatas realizados pelo falecido pesquisador Márcio Ayres que começou o movimento que acabou resultando na criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável de Mamirauá. A impressão de Don fazia jus aos dias que passamos naquela reserva, e Mamirauá é sem dúvida um exemplo a ser seguido.

  • Plínio Ribeiro

    Plínio Ribeiro é formado em administração de empresas e economia pelo IBMEC, em São Paulo.Trabalha há um ano no IPÊ – Institu...

Leia também

Notícias
2 de dezembro de 2021

Com maioria no Conama, governo federal impõe mudanças no CNEA

Conama aprova alterações no Cadastro Nacional de Entidades Ambientalistas e impõe mais burocracia e custos para a participação da sociedade civil no conselho

Reportagens
2 de dezembro de 2021

Secas recorrentes afetam a capacidade de recuperação da Floresta Amazônica, alerta estudo

Nas últimas duas décadas, a Floresta Amazônica tem sido impactada por secas cada vez mais intensas e frequentes. As mais severas ocorreram em 2005, 2010 e 2015

Notícias
1 de dezembro de 2021

Amazônia acumula 73 mil focos de incêndio em 2021, segundo dados do INPE

Há menos de uma semana, Bolsonaro voltou a afirmar que “floresta úmida não pega fogo”. Número de queimadas no Pampa segue em alta

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta