Reportagens

A Transcarioca de ponta a ponta

Da zona oeste à zona sul, o caminho de trilhas que fará os excursionistas e aventureiros conhecerem o Rio de Janeiro da cabeça aos pés.

Duda Menegassi ·
21 de dezembro de 2012 · 9 anos atrás

Use os botões no canto inferior direito para ampliar a mapa

O mapa com o trajeto completo da Transcarioca mostra o percurso que irá começar na Restinga de Marambaia e terminará ao lado do Pão de Açúcar. São cerca de 150 quilômetros de trilha, com alguns trechos no asfalto. O caminho passa por unidades de conservação, como o Parque Municipal de Grumari, o Parque Estadual da Pedra Branca e o Parque Nacional da Tijuca, e cruza o Rio de Janeiro pela costa, de ponta a ponta.

Nem todos os trechos já estão devidamente sinalizados e aptos ao uso público, porém a previsão é de que, até as Olimpíadas de 2016, o caminho completo já possa ser percorrido sem problemas pelos visitantes que toparem o desafio de completá-la, ou mesmo, aos que apenas desejam fazer um trecho de sua extensão. No mapa, as ramificações são trechos de bate-volta, em direção a algum atrativo próximo ao eixo principal da trilha. E sem dúvida não faltam atrações neste caminho de belezas cariocas.


  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação e montanhismo. Escreve para ((o))eco desde 2012. Autora do livr...

Leia também

Notícias
20 de outubro de 2021

Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

Somente em setembro foram destruídos 1.224 km² de floresta, área equivalente a mais de 4 mil campos de futebol por dia. Números sãos os maiores em 10 anos

Salada Verde
20 de outubro de 2021

Em comemoração de seus 10 anos, Onçafari lança concurso de fotografia

Fotógrafos profissionais e amadores podem se inscrever até o dia 14 de novembro. Vencedores terão a oportunidade de fotografar a fauna e flora existentes na sede da Onçafari, no Pantanal

Notícias
20 de outubro de 2021

INPE não tem recursos garantidos para pagamento de água e luz até final do ano

Destinação de R$ 5 milhões pela AEB deu um respiro ao Instituto, mas órgão ainda aguarda verba de outras fontes para honrar despesas de funcionamento até dezembro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta