Reportagens

Ana Luiza da Riva: “Conexão com Natureza passa pelo direito de usufruir parques”

Diretora do Instituto Semeia, fala sobre o objetivo de aproximar governos de empresas e ONGs para melhorar a gestão dos parques.

Uanilla Pivetta · Marcio Isensee e Sá ·
27 de setembro de 2015 · 9 anos atrás
na entrevista, Ana Luiza da Riva apresentou o projeto #Unidos Cuidamos.
Durante a entrevista, Ana Luiza da Riva apresentou o projeto #Unidos Cuidamos.

“O foco do Semeia é bastante específico, são nossos parques nacionais, estaduais e municipais e o modelo de gestão ligado a esses parques”, conta Ana Luiza da Riva, diretor-executiva do Instituto Semeia. Ela ressalta que as áreas protegidas brasileiras são largamente desconhecidas pela população. Mesmo lugares como a estátua do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, poucos sabem, fica dentro do Parque Nacional da Tijuca. Junto com os parques nacionais do Iguaçu e Fernando de Noronha, concentra quase toda a visitação dos mais de 70 parques nacionais do Brasil. “A conexão das pessoas com a Natureza passa pelo direito de experimentar esses espaços, ter a possibilidade de usufruir desses espaços, é o que vai fazer despertar o interesse de conhecer mais, e aí, quem sabe, o brasileiro passe a ter uma conexão com a causa.

O Semeia faz parte da Coalização Pró-UCs, um esforço conjunto que reúne sete organizações da sociedade civil na defesa e divulgação das áreas protegidas brasileiras e que, durante o VIII CBUC, lançou a campanha “Unidos, cuidamos”.

Confira a entrevista no vídeo abaixo.

 

 

E não perca
Fernando Meirelles: “Cientistas são precisos e confiáveis, mas falam para eles mesmos”
Nada mais prático do que uma boa teoria, uma conversa de Fernando Fernandez, Claudio Padua e Ernesto Viveiros
Maria Teresa Jorge Pádua: “É possível fazer plano de manejo em um mês”

 

 

 

  • Marcio Isensee e Sá

    Marcio Isensee e Sá é fotógrafo e videomaker. Seu trabalho foca principalmente na cobertura de questões ambientais no Brasil.

Leia também

Reportagens
23 de setembro de 2015

Maria Tereza Jorge Pádua: “É possível fazer plano de manejo em um mês”

Ela conta o processo que levou a lei do SNUC, mas critica a burocracia que dificulta a gestão e criou excesso de categorias de áreas protegidas.

Reportagens
27 de setembro de 2015

Nada mais prático do que uma boa teoria

Fernando Fernandez, Claudio Padua e Ernesto Castro debatem a interação entre produção acadêmica e administração de uma unidade de conservação.

Notícias
12 de julho de 2024

Aprovado, PL do hidrogênio abre brechas para alta emissão de carbono, alertam ONGs

Nota da Coalizão Energia Limpa e do Observatório do Clima critica aumento do limite de emissões e risco de utilização de combustíveis fósseis na produção do hidrogênio; projeto vai à sanção

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários 4

  1. antoniosergio25 diz:

    Mas em muitos Parques não está aberta a visitação e as informações sobre eles é bastante escassa. Que tipo de autorização seria necessária ?


  2. Ana Luisa diz:

    Caro Simba, o Capobianco nao esta envolvido com o Instituto Semeia, Abs


    1. Simbá diz:

      Fico feliz e aliviado…ufa!!!


  3. Simbá diz:

    O notório Capobianco não está envolvido com esse Instituto semeia também?