Salada Verde

Tudo sobre conservação marinha

O maior banco de dados sobre ecossistemas marinhos é lançado nesta segunda-feira. De acordo com nova ferramenta, Brasil protege hoje 16.5% de seu mar territorial em 67 unidades de conservação.

Salada Verde ·
8 de junho de 2009 · 15 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
UNESCO / Yann Arthus-Bertrand
UNESCO / Yann Arthus-Bertrand

Nesta segunda-feira, entrou no ar um portal com informações completas e atualizadas sobre a situação dos ecossistemas marinhos ao redor do planeta. Construído pelas equipes do Centro Mundial de Monitoramento de Conservação das Nações Unidas (UNEP-WCMC) com a União Internacional pela Conservação da Natureza (IUCN), a ferramenta é um novo braço do banco de dados sobre áreas protegidas. “Menos de um por cento dos ambientes marinhos estão protegidos. Esperamos que este banco de dados ajude as nações a consertarem este desequilíbrio”, considera Achim Steiner, diretor executivo do Programa de Meio Ambiente das Nações Unidas. De acordo com o portal, as 67 unidades de conservação marinhas brasileiras protegem 16.5% do nosso mar territorial. Acesse em: www.wdpa-marine.org.

Leia também

Salada Verde
26 de fevereiro de 2024

Com apoio internacional, Brasil pretende investir R$ 27 bilhões na transição ecológica

Iniciativa visa captar recursos estrangeiros e garantir proteção cambial a projetos privados voltados para a transformação energética e ecológica no Brasil

Notícias
26 de fevereiro de 2024

Associação de servidores ambientais do Acre pede apoio de parlamentares do estado

Asibama-AC enviou ofício a deputados federais e senadores acreanos solicitando apoio público à mobilização pela reestruturação da carreira e demais demandas da categoria

Análises
26 de fevereiro de 2024

A “descupinização” do licenciamento ambiental paulista

Temer a municipalização do licenciamento de atividades de alto impacto ambiental é condenar o município sem dar a chance de ele provar sua capacidade técnica

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.