Salada Verde

Florestas de pé ganham novo incentivo

Edital lançado pelo Funbio, com recursos do governo da Alemanha, vai investir 4,8 milhões de reais em projetos de pagamento por serviços ambientais na Mata Atlântica.

Redação ((o))eco ·
20 de agosto de 2010 · 14 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

De pé, as florestas geram uma série de resultados indispensáveis à vida, como manutenção da qualidade dos recursos hídricos, equilíbrio do micro-clima e preservação da biodiversidade. Com estas características em mente, o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade lançou um edital que premiará projetos voltados ao pagamento por serviços ambientais, redução das emissões de carbono ou fixação do mesmo na Mata Atlântica. Ao todo, a partir do apoio técnico e financeiro do governo da Alemanha, 4,8 milhões de reais serão aplicados nas instituições vencedoras, que só podem apresentar, cada, uma única proposta.

“Os pagamentos por serviços ambientais representam uma importante ferramenta para a conservação dos remanescentes de floresta da Mata Atlântica. A remuneração é de suma importância porque o tamanho e as baixas taxas de desmatamento do bioma dificultam a implantação de um sistema de REDD (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação) convencional. Além disto, é na mata que estão localizados importantes nascentes e rios que abastecem grandes cidades brasileiras”, avalia Erika Polverari, coordenadora do programa.

A chamada faz parte do projeto Proteção da Mata Atlântica II, capitaneado pelo Ministério do Meio Ambiente. As organizações sem fins lucrativos, instituições de pesquisa e ensino, empresas estaduais ou municipais de água, agências de bacias ou consórcios e associações municipais que tenham relação direta com o tema do edital podem pleitear o patrocínio até o dia 24 de setembro. Apenas projetos em fase de elaboração ou desenvolvimento serão agraciados, isto após uma etapa de enquadramento e outra de análise técnica.

Leia também

Salada Verde
17 de junho de 2024

Brigadista do Ibama é assassinado na porta de casa no Tocantins

Sidiney de Oliveira Silva, mais conhecido como Nenê, morava na Ilha do Bananal e estaria sendo ameaçado por fazendeiros e grileiros por impedir queimadas e invasões

Reportagens
17 de junho de 2024

Mudança de paradigma – Quando o fogo vira ferramenta de combate à crise climática

Manejo Integrado do Fogo pode ajudar o país a reduzir emissões de gases estufa. Parna da Chapada dos Guimarães é um dos pioneiros no Brasil no uso da técnica

Notícias
17 de junho de 2024

Imagens mostram comboio do Exército ao lado de incêndio no Itatiaia

Câmera do parque nacional mostra momento em que veículos militares aparecem ao lado de foco de incêndio, ainda em estágio inicial. Dois dias depois, fogo já consumiu 160 hectares

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.