Salada Verde

Ibama intensifica combate ao desmatamento no Amazonas

Após sucessivos aumentos de alerta de perda de floresta no sul do estado, órgão ambiental divulga resultados das ações de fiscalização.

Redação ((o))eco ·
1 de novembro de 2013 · 8 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Foto: Ascom/Ibama/AM
Foto: Ascom/Ibama/AM

Desde maio, o aumento nos alertas de desmatamento na região Sul do estado do Amazonas tem chamado a atenção. O Ibama intensificou a fiscalização nos dois municípios mais problemáticos: Lábrea e Boca do Acre. Os resultados parciais da operação Arãtareimo impressionam pelo montante apreendido.

Apenas no mês de outubro, foram aplicados cerca de R$14 milhões em multas e 2.658 hectares foram embargados, por destruição de floresta nativa sem autorização do órgão competente. As áreas embargadas não podem manter qualquer tipo de atividade produtiva que impeça a regeneração natural do terreno, sob pena de multa e apreensão de recursos, como o gado, por exemplo.

De acordo com o Imazon, em outubro, o Amazonas foi responsável por desmatar 24 km² de floresta, ficando em segundo lugar no ranking de campeões de desmatamento no período. O sul do estado é uma área de expansão agropecuária. O escoamento da produção se dá através da Transamazônica, que corta uma pequena parte da região e liga o Amazonas ao Pará.

A operação do Ibama é feita em conjunto com o apoio do Exército e do Batalhão Ambiental da Polícia Militar do estado.

 

 

Leia Também
Matupi torna-se o principal pólo de devastação do Amazonas
Rio Amazonas digere árvores arrastadas
Aranhas, escorpiões e insetos da Amazônia em fotos

 

 

 

Leia também

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Reportagens
21 de outubro de 2021

COP26 – Brasil tentou minimizar impacto das emissões da pecuária em relatório do IPCC

País também defendeu que aumento do desmatamento não é resultado da política atual brasileira. Outros países fizeram lobby para mudar relatório climático.

Reportagens
21 de outubro de 2021

Estudo aponta diretrizes para barrar a degradação acelerada de campos e savanas

As chamadas grasslands estão ameaçadas em todo o planeta, alerta um grupo internacional de pesquisadores. Solução envolve restauração e busca de alternativas de exploração econômica sustentáveis

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta