Salada Verde

Ruralistas estão de olho na lista de animais em extinção

Bancada questiona a lista vermelha publicada pelo Ministério do Meio Ambiente com mais de 2 mil espécies de animais e plantas ameaçados.

Redação ((o))eco ·
5 de março de 2015 · 7 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Parlamentares da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) discutem temas caros do setor, entre eles a portaria de animais em extinção do MMA. Foto: Divulgação/Ascom/FPA.
Parlamentares da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) discutem temas caros do setor, entre eles a portaria de animais em extinção do MMA. Foto: Divulgação/Ascom/FPA.

A bancada ruralista não dorme em serviço e já colocou na lista de suas preocupações a portaria do Ministério do Meio Ambiente sobre animais e plantas ameaçadas de extinção. De acordo com nota publicada pela Frente Parlamentar da Agropecuária, não ficou claro qual foi o critério usado pelo ministério para proteger cada uma dessas espécies.

Eles consideram a lista com 2 mil espécies restritiva demais e vão entrar com pedidos de esclarecimentos para ter acesso aos estudos técnicos que fundamentaram a portaria.

Para ser exato, a bancada entrará com 2 mil pedidos de requerimentos no Ministério do Meio Ambiente. Um para cada espécie incluída na lista vermelha.

O objetivo é abarrotar o Ministério do Meio Ambiente com dispensável papelada, numa tentativa de demonstrar insatisfação por uma medida que os ruralistas consideram exagerada.   

 

Leia Também
Ruralistas: bancada diminuiu, só que não    
Ruralistas não desistirão da PEC das terras indígenas
Deputados que reduziram proteção de florestas se reelegem

Leia também

Salada Verde
21 de outubro de 2021

Polícia Civil do Maranhão prende um dos homens que matou onça preta e se gabou nas redes sociais

Corpo do animal abatido foi filmado por três homens, que comemoraram o feito. O homem preso também será multado pelo Ibama.

Reportagens
21 de outubro de 2021

COP26 – Brasil tentou minimizar impacto das emissões da pecuária em relatório do IPCC

País também defendeu que aumento do desmatamento não é resultado da política atual brasileira. Outros países fizeram lobby para mudar relatório climático.

Reportagens
21 de outubro de 2021

Estudo aponta diretrizes para barrar a degradação acelerada de campos e savanas

As chamadas grasslands estão ameaçadas em todo o planeta, alerta um grupo internacional de pesquisadores. Solução envolve restauração e busca de alternativas de exploração econômica sustentáveis

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta