Salada Verde

Projeto de Lei quer reduzir atropelamento de animais

Proposta obriga adoção de medidas nas rodovias. Estima-se mais de 475 milhões de atropelamentos de animais silvestres por ano no país.

Daniele Bragança ·
8 de abril de 2015 · 7 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Sagui-da-cara-branca ([i]Callithrix geoffroyi[/i]). Foto: Ruan Preato Deolindo
Sagui-da-cara-branca ([i]Callithrix geoffroyi[/i]). Foto: Ruan Preato Deolindo

O atropelamento de fauna é um problema ambiental sério e pouco difundido. Os números são assustadores e pulverizam a já estarrecedora estatística de mortos humanos nas estradas. Se, por acidente, morrem 43 mil pessoas por ano no Brasil, quando o assunto é fauna esse número sobe para 475 milhões de animais vertebrados, ou seja, cerca de 11 mil vezes maior.

Entretanto, não havia uma legislação apropriada para reduzir o problema. Por isso, em fevereiro, o deputado Ricardo Izar (PSD-SP) apresentou uma proposta que “dispõe sobre a adoção de medidas que assegurem a circulação segura de animais silvestres no território nacional, com a redução de acidentes envolvendo pessoas e animais nas estradas, rodovias e ferrovias brasileiras”.

A proposta nasceu ano passado após Angela Kuczach, diretora-executiva da Rede Pró Unidades de Conservação, Aldem Bourscheit, do WWF-Brasil e Alex Bager, do CBEE (Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas) debaterem sobre as consequências do atropelamento de fauna e montarem um projeto. A ideia foi abraçado pelo deputado, que apresentou o Projeto de Lei 466/2015 no final de fevereiro. Ricardo Izar é presidente da Frente Parlamentar de Defesa dos Animais.

“A partir de agora há um caminho a ser percorrido dentro do Congresso, Audiência Pública, etc… e muito trabalho para ser feito sobre o Projeto de Lei”, afirma Angela Kuczach. Segundo ela, o projeto foi construído sobre conceitos largos, pois os detalhes técnicos serão acrescentados durante as audiências públicas. O objetivo é amarrar o texto depois de ouvir as partes interessadas.

O projeto determina a criação de um cadastro nacional de acidentes com animais silvestres, além da fiscalização e monitoramento constante nas áreas de maior incidência desses atropelamentos e implementação de medidas que auxiliem a travessia da fauna silvestre, tais como: instalação de sinalização e redutores de velocidade,
passagens aéreas ou subterrâneas, passarelas, pontes, cercas e refletores.

Atualmente o projeto está em apreciação pela Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados. O site Avaaz abriu uma petição para fazer pressão em prol do projeto de lei.

 

 

Leia Também
O pesquisador que quer salvar animais com um celular
Atropelamento de fauna: desastre ambiental fácil de evitar
Lançada petição para frear matança de animais em estrada
BR-101, uma ameaça ao refúgio dos animais da mata

 

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Análises
18 de novembro de 2014

BR-101, uma ameaça ao refúgio dos animais da mata

Trecho que corta reserva capixaba tem histórico de atropelamentos. Situação tende a piorar caso duplicação da estrada seja aprovada

Salada Verde
11 de março de 2015

Lançada petição para frear matança de animais em estrada

Mais de 20 mil animais são atropelados, todo ano, na estrada que corta a Reserva Biológica de Sooretama. Dessa vez, uma onça parda foi morta.

Salada Verde
15 de outubro de 2021

GLO ambiental não será renovada, anuncia Mourão

A operação acabou nesta sexta-feira (15). Atuação de militares não resultou em diminuição do desmatamento na Amazônia, mesmo com efetivo e orçamento maiores que dos órgãos ambientais

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta