Salada Verde

Campanha de doações para as Brigadas Pantaneiras é lançada pela SOS Pantanal

Após intenso período de queimadas na região em novembro, instituto busca ampliar a rede de brigadas e desenvolvê-la

Júlia Mendes ·
5 de dezembro de 2023
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

O Instituto SOS Pantanal lançou uma campanha de doações para a ampliação e desenvolvimento do projeto Brigadas Pantaneiras, que atua no combate ao fogo na região desde o ano de 2020. Até outubro de 2023, as brigadas foram responsáveis pela diminuição em 94,5% de área queimada em suas locações, com redução de 96,2% dos focos de calor. 

Atualmente, são 24 brigadas participantes da rede. Nesta nova fase de atuação, o SOS Pantanal busca consolidar uma rede de 59 brigadas atuantes. As Brigadas Pantaneiras têm como principal objetivo prevenir e responder aos focos de incêndio. Além disso, busca estruturar fazendas e comunidades para desempenhar papéis cruciais em operações coordenadas pelas instituições competentes. A formação de uma rede de brigadas rurais é a chave para a eficácia do trabalho.

Segundo o Instituto, as doações contribuirão diretamente para cobrir custos de logística e operação dos brigadistas, que enfrentam riscos diários para proteger a fauna, flora e o equilíbrio ecológico do Pantanal. As doações serão destinadas para treinamentos essenciais, equipamentos vitais, planos de manejo integrado do fogo, monitoramento remoto e assessoria técnica. 

As dioações podem ser feitas pelo Pix da SOS Pantanal: [email protected]. Mais informações sobre como doar podem ser obtidas no site da instituição

  • Júlia Mendes

    Estudante de jornalismo da UFRJ, apaixonada pela área ambiental e tudo o que a envolve

Leia também

Colunas
17 de junho de 2024

Amnésia climática

Os governos esquecem os acordos iniciados que poderiam salvar milhões de vidas e alimentam o aumento da extração e uso de combustíveis fósseis

Salada Verde
17 de junho de 2024

Brigadista do Ibama é assassinado na porta de casa no Tocantins

Sidiney de Oliveira Silva, mais conhecido como Nenê, morava na Ilha do Bananal e estaria sendo ameaçado por fazendeiros e grileiros por impedir queimadas e invasões

Reportagens
17 de junho de 2024

Mudança de paradigma – Quando o fogo vira ferramenta de combate à crise climática

Manejo Integrado do Fogo pode ajudar o país a reduzir emissões de gases estufa. Parna da Chapada dos Guimarães é um dos pioneiros no Brasil no uso da técnica

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.