Salada Verde

China decide proibir comércio de marfim em 2017

Com a medida, o país visa proteger os elefantes. Anúncio foi comemorado pelos ambientalistas, que destacaram a decisão como histórica

Sabrina Rodrigues ·
2 de janeiro de 2017 · 7 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
A matança dos animais nos últimos sete anos foi responsável pela redução do número de elefantes da África a um terço, de acordo com dados do Grande Censo de Elefantes. Foto: Marta Jimenez/Flickr.
A matança dos animais nos últimos sete anos foi responsável pela redução do número de elefantes da África a um terço, de acordo com dados do Grande Censo de Elefantes. Foto: Marta Jimenez/Flickr.

Na última sexta-feira de 2016, o governo chinês comunicou que o país decidiu terminar com o comércio ilegal de marfim. A decisão visa conter a diminuição da população de elefantes africanos. A matança dos animais nos últimos sete anos foi responsável pela redução do número de elefantes da África a um terço, de acordo com dados do Grande Censo de Elefantes. Grupos de contrabandistas utilizam o mercado ilegal chinês como cobertura para os seus negócios ilegais na caça de animais. Em 1989, o mercado internacional de marfim foi fechado, entretanto, isso não inibiu o comércio ilegal que permaneceu ativo em diversos países do mundo. A medida foi comemorada pelos ambientalistas que descreveram a decisão como “um anúncio histórico”.

Fonte: O Globo

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Salada Verde
29 de maio de 2024

Expansão da soja no leste amazônico provocou perda de R$10 bi em serviços ambientais

Desmate e aumento das áreas agrícolas têm diminuído a capacidade da floresta de oferecer benefícios à população, mostra estudo. Cifra refere-se aos últimos 36 anos

Salada Verde
29 de maio de 2024

Mais de 150 macacos morrem no México em meio ao calor extremo

Pelo menos 157 bugios já morreram desidratados apenas no mês de maio e causa provável são as altas temperaturas no país, que chegaram à sensação térmica de 52º C

Salada Verde
29 de maio de 2024

PAC injetará R$ 700 mi nos estados pantaneiros

Os investimentos podem prejudicar as cheias e as vazantes e a conservação de animais e plantas no Pantanal brasileiro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.