Salada Verde

Edital oferece bolsas de R$8 mil para reportagens sobre oceanos

Iniciativa da Fundação Grupo Boticário financiará até cinco propostas de reportagens sobre legislação e políticas públicas costeiro-marinhas. Inscrições até 31/05

Duda Menegassi ·
13 de maio de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Para marcar o primeiro ano da Década do Oceano, a Fundação Grupo Boticário, em parceria com a Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI) da UNESCO, lançou o Edital Conexão Oceano de Comunicação Ambiental. A iniciativa irá financiar até cinco propostas de reportagens de todo Brasil que abordem temas relacionados à legislação e políticas públicas costeiro-marinhas, como a deficiência na aplicação das leis, ou exemplos positivos e negativos de legislações e políticas públicas. Os selecionados receberão bolsas de R$8 mil cada. O objetivo é estimular jornalistas a darem mais visibilidade à pauta e também sensibilizar a sociedade sobre o assunto.

As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de maio, através do formulário online disponível no site da Fundação Grupo Boticário. Os conteúdos apoiados deverão ser veiculados em veículos impressos, portais, sites, emissoras de rádio ou TV. Podem se inscrever jornalistas formados ou que comprovem exercer a função regularmente há pelo menos dois anos, sem a necessidade de serem especializados em coberturas ambientais.

A seleção irá considerar a criatividade e originalidade da pauta, a relevância do tema para a sociedade, a consistência do plano de apuração e de divulgação, assim como o currículo e a qualidade das produções anteriores do candidato. Cada participante pode apresentar até duas propostas de pauta, desde que tenham abordagens distintas. Os projetos selecionados serão divulgados até 20 de julho de 2021 e as publicações das reportagens dos vencedores devem ocorrer até o dia 10 de dezembro de 2021 (veja o regulamento completo aqui).

De acordo com o gerente de Engajamento, Comunicação e Relações Institucionais da Fundação Grupo Boticário, Omar Rodrigues, “a iniciativa tem o intuito de evidenciar que a proteção do oceano depende de políticas públicas e legislação ambiental eficazes”, assim como ajudar a construir uma cultura oceânica que garanta o engajamento de todos.

*Foto em destaque por Duda Menegassi

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação, montanhismo e divulgação científica. Escreve para ((o))eco des...

Leia também

Reportagens
27 de janeiro de 2022

Biólogo usa imagens de satélite e inteligência artificial para mapear quaresmeiras na Mata Atlântica

A detecção é possível por meio da coloração das flores da quaresmeira, cujos tons variam do magenta ao roxo. Para isso, utilizou imagens de satélite de acesso gratuito e o chamado deep learning, um recurso de inteligência artificial

Notícias
27 de janeiro de 2022

Polícia Federal investiga maus-tratos e apreende as girafas trazidas pelo BioParque

Em operação da PF acompanhada pelo Ibama, os policiais apreenderam as 15 girafas e investigam supostos maus-tratos aos animais. BioParque nega

Análises
27 de janeiro de 2022

Um lugar para as onças da Mata Atlântica na Década da Restauração

A Mata Atlântica é um pacote completo, com onças e tudo; é preciso urgentemente nos conscientizarmos que uma floresta sem bichos não tem futuro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta