Salada Verde

Estudo revela espécies existentes e em risco de extinção na Baía de Guanabara

Levantamento feito desde 2008 revela que entre existem mais de 450 animais na área. Dentre as espécies com perigo de extinção estão o boto-cinza e o gato mourisco

Sabrina Rodrigues ·
9 de janeiro de 2017 · 5 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Entre as espécies que apresentam perigo de extinção está o boto-cinza. Foto: ICMBio.
Entre as espécies que apresentam perigo de extinção está o boto-cinza. Foto: ICMBio.

Estudo realizado pela Área de Proteção Ambiental de Guapi-Mirim e a Estação Ecológica da Guanabara, localizadas no Rio de Janeiro, revelou que existem 242 espécies de aves, 167 de peixes (81 marinhos e 86 fluviais), 34 de répteis e 32 de mamíferos nas áreas que abrangem o mangue, as florestas alagadas, os rios e o mar fundo da Baía de Guanabara. Desde 2008, as duas unidades de conservação estudam as espécies existentes na área e concluíram também que dentre as espécies que apresentam perigo de extinção estão o boto-cinza, com um pouco mais de 30 animais e o gato mourisco (espécie de felino de pequeno porte) e a lontra. A área onde estão localizadas as duas unidades de conservação são consideradas a “Arca de Noé”, pela diversidade de animais que vão desde peixes a espécies de aves migratórias do hemisfério norte, como trinta-reis-de-bando e trinta-reis-real.

Fonte: ICMBio

 

 

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Notícias
23 de maio de 2022

Projeto militar para Amazônia quer fim de restrições em áreas de interesse do agro e da mineração

Chamado de “Projeto de Nação”, plano foi anunciado na última semana por três institutos militares. Proposta para Amazônia repete o “ocupar e integrar” dos anos 1970

Colunas
23 de maio de 2022

Todo dia é “Dia do Fogo” na Amazônia

É preciso parar o desmatamento e restaurar a biodiversidade perdida com queimadas e abertura de novas fronteiras agrícolas

Reportagens
23 de maio de 2022

Governo não fechou 645 lixões, como afirma Bolsonaro

Cruzamento de dados oficiais e consulta direta a prefeituras mostram ser falso principal anúncio da “agenda ambiental urbana” do governo

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta