Salada Verde

Expedições querem reforçar a proteção de peixes-das-nuvens

Centenas de espécies ameaçadas de extinção sobrevivem apenas em ambientes aquáticos temporários, gerados pela chegada das chuvas

Aldem Bourscheit ·
11 de maio de 2023
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

O nome popular sugere que caíram do céu, mas na verdade as mais de 300 espécies de peixes-das-nuvens surgem quando as chuvas fazem eclodir ovos abrigados por meses na areia, argila, lama ou cascalho. Os peixes têm menos de 10 cm e usualmente são bem coloridos.

Cada poça temporária pode abrigar, ainda, inúmeros outros tipos de animais e de plantas. Daí o esforço de cientistas para conhecer e preservar esses ambientes complexos, mas ainda encontrados em várias regiões do país. As maiores ameaças são aterros, poluição, urbanização e lixões.

Em abril, a quarta expedição deste ano vasculhou ambientes e espécies em pontos da Bahia e de Pernambuco. Outras estão programadas para o segundo semestre. As ações estão ligadas a planos federais de conservação, alinhados com entidades e governos estaduais e municipais. 

As informações são da Paradis Comunicação.  

  • Aldem Bourscheit

    Jornalista cobrindo histórias sobre Conservação da Natureza, Crimes contra a Vida Selvagem, Ciência, Comunidades Indígenas e ...

Leia também

Reportagens
21 de outubro de 2021

Superintendente dá aval para obras que ameaçam habitat de peixe das nuvens cearense

Duplicação de rodovia no litoral do Ceará foi embargada pelo Ibama em janeiro para proteger espécie de peixe das nuvens ameaçada. Com desembargo, pesquisadores temem pela destruição do habitat já restrito da espécie

Análises
27 de maio de 2021

A retórica da perda da Mata Atlântica nos lamentos dos Peixes das Nuvens ou do nosso Dilema do Tilacino

Desde o Rio Grande do Sul até a Bahia, quase todas as espécies de peixes das nuvens correm grave risco de extinção e é possível que algumas delas estejam praticamente extintas

Reportagens
4 de fevereiro de 2021

Ampliação de rodovia pode extinguir peixe endêmico do Ceará

A duplicação da CE-452 (Av. Torres de Melo) aterrou parte das lagoas que são o único habitat conhecido de um peixe das nuvens ameaçado. Após denúncia, obra foi embargada e aguarda novos estudos

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.