Salada Verde

Organização devolve cinco filhotes de rinocerontes à natureza

Os animais foram resgatados das mãos de caçadores furtivos e reabilitados pela ONG Rhino Revolution, na África do Sul. Assista ao vídeo

Sabrina Rodrigues ·
4 de dezembro de 2017 · 4 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Os cinco rinocerontes de volta à vida selvagem. Foto: Reprodução Youtube.
Os cinco rinocerontes de volta à vida selvagem. Foto: Reprodução Youtube.

A organização Rhino Revolution devolveu à natureza cinco filhotes órfãos de rinocerontes, na África do Sul. Os animais foram resgatados das mãos de caçadores furtivos e reabilitados pela instituição. O tratamento dos animais durou dois anos até que foram enviados para uma reserva privada segura.

Os cinco rinocerontes foram tratados no Rhino Revolution’s Orphanage  and Rehabilitation Centre (Centro de Reabilitação de Órfãos da Rhino Revolution), Hoedspruit, África do Sul. As mães dos filhotes foram mortas por criminosos. A Rhino Revolution é uma instituição responsável por combater a caça furtiva de rinocerontes e tratar dos filhotes até que eles tenham condições de voltar à vida selvagem.

Os caçadores matam os rinocerontes em busca do valioso chifre, que é comercializado ilegalmente nos mercados do Oriente Médio e Ásia, onde são usados como símbolo de virilidade ou em crenças miraculosas.

Ao chegarem nas instalações da Rhino Revolution, os cinco rinocerontes foram gradualmente integrados entre si e formaram rapidamente um grupo. Ao alcançarem as idades de dois a três anos, eles foram considerados preparados para se defenderem na natureza. Os rinocerontes tiveram os seus chifres retirados para que não fossem alvo de caçadores.

Assista ao vídeo:

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Notícias
7 de dezembro de 2021

Movimento contra a especulação imobiliária abraça a Lagoa de Itaipu

Sociedade civil de Niterói protesta contra especulação imobiliária e pede para que o poder público não licencie nenhuma obra no entorno da lagoa

Notícias
7 de dezembro de 2021

Desmatamento está diretamente associado a baixo índice de progresso social na Amazônia

Municípios que mais desmataram no bioma Amazônico registram Índice de Progresso Social (IPS) 21% menor que o índice nacional, mostra estudo conduzido pelo Imazon

Notícias
7 de dezembro de 2021

Websérie de ((o))eco mostra natureza que resiste na Baía de Guanabara

"Guanabara: baía que resiste" estreia nesta terça-feira com histórias inspiradoras sobre conservação e soluções baseadas em natureza na região da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta