Salada Verde

Projeto Coral Vivo lança série sobre recife de corais da Bahia

Com seis episódios, a série vai mostrar a biodiversidade, ameaças e maneiras de conversar os recifes de coral na região de Abrolhos

Marcos Furtado ·
8 de abril de 2021
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Exibindo imagens da riqueza dos recifes de coral da região de Abrolhos, no sul da Bahia, o  Projeto Coral Vivo apresenta em seu canal no YouTube a série “Amar o Mar”. Conhecida por ter a maior diversidade coralínea do Atlântico Sul, a região é o cenário central dos episódios que vão mostrar quais são as maneiras de cooperar para a sua conservação. O segundo episódio vai ao ar hoje (08).

Publicados sempre às terças e quintas ao longo deste mês, os vídeos falarão sobre a função que os recifes têm de berçários da vida marinha para a reprodução de inúmeras espécies, a produção de areias pelos peixes e a relação de predação dos corais durante a noite. As ameaças que as ações humanos têm provocado na região e possíveis soluções para conservá-la serão temáticas da série.

Responsável pela série, o Projeto Coral Vivo. patrocinado pela Petrobras, tem uma rede de pesquisa que estuda a biodiversidade e a ecologia da região.

Confira abaixo o primeiro episódio da série:

Leia Também

  • Marcos Furtado

    Escreveu para ((o))eco, Estadão, Folha de SP, Colabora. Ganhou o Prêmio Santander Jovem Jornalista e teve o 3º lugar em concurso do ICFJ

Leia também

Salada Verde
21 de abril de 2020

Projeto Coral Vivo lança livro de divulgação científica com pesquisas e histórias

A publicação lançada nesta terça (20) reúne as 45 edições do ‘Coral Vivo Notícias’ e inclui pesquisas feitas ao longo dos 17 anos de monitoramento e trabalho com corais

Notícias
26 de janeiro de 2022

Cientistas desmontam “falsas controvérsias” de guru ambiental de Bolsonaro

Doze dos principais cientistas ambientais do país acusam Miranda de usar credenciais da Embrapa para disseminar desinformação

Notícias
26 de janeiro de 2022

Pesquisadores reencontram anfíbio raro que não era visto desde 1970

A redescoberta da espécie, Phrynomedusa appendiculata, uma pequena perereca que ocorre apenas na Mata Atlântica, permitiu o levantamento de novos dados sobre o animal

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta