Salada Verde

Queda no número de borboletas no Reino Unido choca cientistas

Contagem baixa deste verão tem entre possíveis motivos estações do ano anterior atípicas, agricultura intensiva e uso de pesticidas

Sabrina Rodrigues ·
10 de outubro de 2016 · 7 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
O número de borboletas-pavão (Peacock Butterflies) caiu 42% em relação ao ano passado. Foto: Pedro Henriques/Flickr
O número de borboletas-pavão (Peacock Butterflies) caiu 42% em relação ao ano passado. Foto: Pedro Henriques/Flickr

Um dado chamou a atenção dos cientistas britânicos essa semana: neste verão, constatou-se uma brutal queda no número de borboletas. A informação vem do Big Butterfly Count, um órgão de pesquisa britânico, criado em 2010, que se tornou o maior centro de levantamento de borboletas do mundo. A borboleta-pavão, por exemplo, sofreu uma redução de 42% da sua população em relação ao ano passado. Borboletas reagem rapidamente às alterações em seu ambiente e, por isso, são excelentes indicadores de biodiversidade. Quando há declínio de borboletas, isso é um alerta para investigar outras perdas de vida selvagem.

“Choque e mistério” foram as palavras utilizadas pelos cientistas da Butterfly Conservation, outra instituição de conservação das borboletas. Segundo eles, esse verão foi  mais quente que a média e muito mais seco em relação ao ano anterior, fatores ruins para esses animais. Entre os possíveis motivos para essa diminuição do número de borboletas estão a irregularidade das estações do último ano, que também teve um inverno mais brando e uma primavera mais fria, além dos impactos da agricultura intensiva e uso de pesticidas.

Fonte original: The Guardian (original em inglês)

 

 

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Salada Verde
23 de fevereiro de 2024

Justiça Federal impõe mais de R$ 316 milhões em indenizações por desmatamento ilegal

Infrações ambientais foram identificadas pelo MPF por meio do Amazônia Protege, projeto que utiliza monitoramento por satélite para responsabilizar os atores dos desmatamentos ilegais

Notícias
23 de fevereiro de 2024

MPF no Acre arquiva denúncia da CPI das ONGs contra servidores do ICMBio

Servidores do órgão foram acusados de abusos contra moradores da Reserva Extrativista Chico Mendes, no Acre; para procurador, acusações são “genéricas e sem fato concreto”

Notícias
23 de fevereiro de 2024

Antas “avisam” pesquisadores sobre contaminação humana por agrotóxicos no MS

Além de agrotóxicos como glifosato, moradores do sudeste do estado também apresentaram altos índices de metais no corpo. Antas atuaram como sentinelas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.