Vídeos

Roberto Vizentin: prioridade será a regularização fundiária

O presidente do ICMBio contou ao ((o))eco, no VII CBUC, que sua prioridade é avançar na regularização e compra de terras privadas nas UCs.

Redação ((o))eco ·
27 de setembro de 2012 · 10 anos atrás

((o))eco recebeu Roberto Vizentin no seu stand/estúdio no VII CBUC. Ele é o presidente do ICMBio, instituição responsável pelo sistema de unidades de conservação brasileiro, criada há 5 anos, durante a passagem de Marina Silva pelo Ministério do Meio Ambiente.

Ele nos contou que a prioridade da sua gestão é organizar a regularização fundiária nas UCs. Um problemão, que ele admite, ainda tomará muitos anos para ser resolvido. Sua intenção é deixar a questão bem encaminhada e com outra velocidade.

Veja a 1a parte da entrevista:

Veja a 2a parte da entrevista:

Vizentin também defendeu que os parques e demais UCs se tornem mais abertos à visitação pelo público. Esse, aliás, é um dos bons debates que está ocorrendo dentro do ICMBio. Por tradição, a política dos órgãos ambientais brasileiros tem sido limitar o acesso. A tônica dessa administração é exatamente o contrário.

Por fim, ele prometeu a criação de novas UCs marítimas em torno do Parque Nacional de Abrolhos. Era para ter saído até a Rio+20. Vizentin prometeu que elas estarão implementadas até o próximo Dia do Meio Ambiente, em 5 de junho de 2013

Leia também

Reportagens
27 de maio de 2022

Um caminho (e um sonho) para unir a América

A construção de uma trilha pan-americana que conecte caminhos do Alasca à Patagônia parece um sonho distante, mas já há sonhadores dispostos a montar esse quebra-cabeça

Notícias
27 de maio de 2022

São Paulo registra duas décadas de poluição do ar acima do recomendado pela OMS

Em alguns pontos da cidade, concentração de poluentes foi quatro vezes maior do que o indicado, mostra estudo. Poluição mata 7 milhões de pessoas por ano no mundo

Notícias
26 de maio de 2022

Conexão de trilhas e pessoas embala 1º Congresso Brasileiro de Trilhas

Evento que começou nesta quarta (25) e se estende até domingo, em Goiânia, conta com mais de 1.500 inscritos para discutir e fomentar a implementação de trilhas no Brasil

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta