Vídeos

Vídeo: Por que devemos lutar pela preservação da Rebio do Tinguá? por Leandro Travassos

Protetora de uma riqueza biológica única, a Reserva Biológica do Tinguá também é fundamental para o equilíbrio hídrico da região metropolitana do Rio de Janeiro

Daniele Bragança · Márcio Lázaro ·
22 de julho de 2018 · 3 anos atrás
Sede da Reserva Biológica do Tinguá, em Nova Iguaçu. Foto: Márcio Lázaro.

Em maio, um apadrinhado político dono de uma panificadora foi indicado para assumir a gestão da Reserva Biológica do Tinguá, uma das mais importantes áreas protegidas da Serra do Mar e uma das maiores do estado do Rio. Houve protestos e recuo. Protetora de uma quantidade expressiva de mamíferos, aves, espécies arbóreas, não é apenas a tentativa de loteamento político, por ora descartado, que ameaça a unidade.

Caça, tentativa de invasão da zona de amortecimento e da proppró Rebio, poucos funcionários. Os problemas de sempre das unidades de conservação do país. Mas por que a população deve lutar pela manutenção desse patrimônio? o novo gestor da Reserva Biológica, o biólogo Leandro Travassos, explica os motivos no 27º vídeo da série “Pense Verde”.

*Editado, às 07h47, dia 23/07/2018.

Leia Também 

Vídeo: Por que criar unidade de conservação? por Carlos Eduardo Young

Loteamento político na Reserva do Tinguá gera mal estar entre servidores

Macacos encontrados mortos no Rio de Janeiro podem ter sido envenenados

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

  • Márcio Lázaro

    Jornalista, repórter cinematográfico, editor de vídeo e imagens, mestre em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (UFRJ).

Leia também

Notícias
16 de janeiro de 2018

Macacos encontrados mortos no Rio de Janeiro podem ter sido envenenados

Quatro corpos foram achados próximos ao Parque Nacional da Tijuca. Enquanto isso, Reserva do Tinguá sente a ausência de macacos-bugio na sua região

Notícias
10 de maio de 2018

Loteamento político na Reserva do Tinguá gera mal estar entre servidores

Funcionários do ICMBio são contrários à indicação do gestor que não é da área ambiental e que já foi assessor parlamentar de político no Rio

Vídeos
7 de janeiro de 2018

Vídeo: Por que criar unidade de conservação? por Carlos Eduardo Young

O economista da UFRJ explica porque defender a criação e manutenção de áreas protegidas também pode ser visto como um investimento

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 2

  1. Everardo diz:

    "tentativa de invasão da zona de amortecimento". Além da zona não ter sido instituída de verdade, agora tratam como extensão da UC? Quem disse que não pode ocupar? Regular o uso pra minimizar impactos é uma coisa, fazer da zona uma extensão da unidade é totalmente descabido.


    1. Daniele Bragança diz:

      Bom dia Everaldo, na verdade há instalação irregular de casas dentro da Rebio, grande parte são barracos usados para a caça. É que como também estou produzindo uma matéria sobre os problemas do entorno, foquei nisso, mas você tem razão, não deveria. Acrescentei na nota. Muito obrigada pela olhar atento.